Voyager Digital emite aviso de inadimplência para a Three Arrows Capital

A exchange de criptomoedas Voyager Digital emitiu um aviso de inadimplência para o fundo de hedge Three Arrows Capital (3AC) por não pagar seu empréstimo de 15.250 Bitcoin (BTC) e 350 milhões de USD Coin (USDC) divulgado em um comunicado anterior.

Em uma atualização de mercado da Voyager, a exchange observou que está atualmente explorando “remédios legais” disponíveis com seus consultores e pretende buscar a recuperação de seus fundos da 3AC.

Além disso, a Voyager divulgou que a empresa possui US$ 137 milhões em dinheiro e criptomoedas em 24 de junho de 2022. A empresa também garantiu a seus usuários que a plataforma continua operando e atendendo aos pedidos e saques de seus usuários.

Além disso, a empresa contratou o banco de investimento global Moelis & Company como seus consultores financeiros para ajudar seus esforços de estabilização em meio à sua exposição à 3AC. De acordo com o CEO da Voyager, Stephen Ehrlich, a equipe está atualmente trabalhando para fortalecer seus balanços e buscando outras opções para continuar atendendo às demandas de liquidez de seus usuários.

A Voyager observa que tem acesso aos fundos de US$ 500 milhões de seu contrato de empréstimo com a empresa de trading Alameda Research. No momento, a empresa disse que acessou US$ 75 milhões em fundos da Alameda.

-Na semana passada, a Voyager deu à 3AC prazos para o pagamento de seus empréstimos de BTC e de USDC. A empresa solicitou o pagamento de US$ 25 milhões na última sexta-feira (24/06) e também solicitou o pagamento do saldo total na segunda-feira (27/06). No entanto, apesar dos prazos dados, a 3AC não conseguiu cumprir.

Na quarta-feira (22/06), o preço das ações da Voyager caiu 60% à medida que as ações de criptomoedas caíram. No dia seguinte, a Voyager supostamente cortou seu valor de retirada para US$ 10.000 em meio a seus problemas atuais com a 3AC.

VEJA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Fonte: cointelegraph.com.br