Tombo das ações abre oportunidade? Banco cogitou indicar ‘compra’; veja recomendação de 9 analistas – Money Times


bradesco-bbdc4
Bradesco entrega lucro bem abaixo do esperado e mercado reage penalizando as ações (Imagem: Dado Ruvic/Reuters)

Aconteceu de novo: o Bradesco (BBDC3;BBDC4) viu suas ações tombarem mais de 10% na quarta-feira (7) após divulgar resultados fracos e que colocaram os investidores em alerta.

O banco, que entregou um lucro líquido recorrente de R$ 2,87 bilhões, ficou muito atrás das projeções do consenso do mercado, que esperavam ganhos na ordem de R$ 4,79 bilhões, de acordo com levantamento da Bloomberg.

A decepção se refletiu no desempenho dos papéis, com os ordinários e preferenciais encerrando o dia com perdas de 13,02% e 15,66%, respectivamente, marcando o pior pregão do Bradesco na bolsa desde 9 de novembro de 2022.

Mas, enquanto os investidores optaram pela saída em massa das ações após os números decepcionantes de 2023 e das projeções divulgadas para 2024, analistas do BB Investimentos consideraram trocar a recomendação do banco para compra, de olho no tombo do dia.

“Com a queda de 13% das ações no momento em que escrevemos esse relatório, e com as ponderações apontadas na seção de perspectivas, consideramos alterar a recomendação para compra com alto risco, imaginando que, dado um favoritismo represado pela ação entre os investidores, pudéssemos ficar de fora de um rápido movimento de alta ao primeiro sinal de uma melhoria mais contundente”, diz a instituição, em documento de análise pós-resultados.

O BB lembra que o Bradesco tem estado presente no imaginário dos investidores como “o único banco que ainda está
barato”.

A ação parece estar descontada, dizem os analistas,  mas os investidores estão em compasso de espera por dias melhores no banco.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

  • Onde investir na renda fixa em 2024? Analista Lais Costa, da Empiricus Research, revela os melhores papéis para surfar no cenário previsto para a inflação neste ano; Confira no Giro do Mercado:

Números ruins, mas “quem se importa?”

O relatório do quarto trimestre do Bradesco não agradou. O BB chama atenção para a “extensão de muitas tendências negativas”.

Segundo o BB Investimentos, os resultados do quarto trimestre trouxeram um agravamento das principais tendências do banco, que já vinham negativas e eram, de certa forma, esperadas.

Embora a inadimplência tenha caído no quarto trimestre, a recuperação “ficou completamente ofuscada pela negatividade das principais tendências vistas nas engrenagens do Bradesco”.

O BB lista as principais:

  • margem com clientes (receita de juros) segue em declínio; e
  • carteira de crédito também cai, destoando de maneira significativa da indústria.

Na avaliação da XP Investimentos, o balanço veio fraco. Porém, mais do que olhar o passado, a atenção deve se voltar para os planos do novo CEO, Marcelo Noronha.

Ontem pela manhã, Noronha apresentou o plano estratégico para o período de 2024 a 2028, com estratégias focadas em melhorar a rentabilidade.

O que a XP levantou da reunião é que o Bradesco tem um longo caminho a percorrer pela frente.

“Apesar do senso de urgência e do diagnóstico abrangente apresentado, em nossa visão, a curva de evolução esperada parece lenta e incerta, com o banco só voltando a entregar um ROE [retorno sobre o patrimônio líquido] acima do seu custo de capital em 2026″, comenta a corretora.

De acordo com a XP, considerando as informações apresentadas pela diretoria, as ações do Bradesco permanecerão sob pressão e serão negociadas abaixo de 1 vez P/VP (Preço/Valor Patrimonial) a curto e médio prazo.

“O Bradesco tem uma cultura tradicional, e as novas mudanças serão um desafio para o banco”, diz. “Marcelo afirma que tem 100% de aprovação do conselho para a reestruturação, e complementou que o foco é trazer pessoas de fora da empresa para apoiar a mudança cultural”.

Mas afinal… o que fazer com BBDC4?

A recomendação neutra para as ações do Bradesco não vem apenas do BB Investimentos. A maioria das casas, segundo levantamento do Money Times com nove instituições, aponta certa cautela com o banco. Confira:

Instituição Recomendação Preço-alvo
BB Investimentos Neutra R$ 18,40
XP Investimentos Neutra R$ 19
Genial Investimentos Compra R$ 20
UBS BB Compra R$ 20
BTG Pactual Neutra R$ 16,60
Itaú BBA Market Perform (Neutra)
Banco Safra Outperform (compra) R$ 17
Mirae Asset Neutra R$ 18,30
Citi Neutra



Source link