Solana registra recorde histórico em novos endereços em janeiro


Durante o mês de janeiro, houve um aumento significativo no número de novos endereços na blockchain Solana, de acordo com o painel de dados do The Block. O número mensal de novos endereços na Solana aumentou para 11,81 milhões no mês passado.

Esse ganho representa um aumento de 18% no número de novos endereços na rede Solana em relação ao total de dezembro. No último mês de 2023, o número de endereços era de cerca de 10 milhões — o que foi considerado um recorde em vários meses na época.

O último recorde de endereços únicos novos para transações na rede Solana foi em maio de 2022, com um total de 11,72 milhões.

Recorde em endereços na blockchain Solana

O aumento nos novos endereços da Solana ocorre em meio a uma provável onda de novos usuários interagindo em exchanges descentralizadas (DEXs) nativas e memecoins como Wen e Bonk.

Além disso, o lançamento do token JUP, nativo da plataforma Jupiter, a maior agregadora de exchanges descentralizadas da rede Solana, no último dia do mês, provavelmente contribuiu para esse aumento.

A média móvel de 7 dias de endereços ativos diariamente também aumentou em mais de um terço desde o início do ano. Apesar disso, o número permanece abaixo da atividade observada em maio de 2022.

A criptomoeda nativa da rede — a SOL — viu uma grande recuperação de preço em relação às mínimas de 2022, atingindo máximas anuais de US$ 120 até o final de dezembro de 2023. Desde então, ela teve uma leve queda.

De acordo com dados do CoinGecko, nas últimas 24 horas, o preço de SOL saltou 2,7%. No momento da redação desta matéria, a criptomoeda da rede Solana está custando 99,62%.

Gráfico de preço da criptomoeda Solana nas últimas 24 horas – Fonte: CoinGecko



Fonte: BITNOTICIAS.COM.BR