Servidores do Banco Central farão protesto exigindo aumento de 28%, hora de substituir o BC pelo BTC?


Missão do Banco Central do Brasil: “Assegurar a estabilidade do poder de compra da moeda e um sistema financeiro sólido e eficiente.“

Em uma empresa privada, funcionários ineficientes geralmente são demitidos ou não recebem reajustes salariais, o mesmo não pode ser dito quando falamos do funcionalismo público. O governo, se comparado com uma empresa, falha em todas as esferas em que se propõe a atuar: a saúde pública está um caos, educação, saneamento básico e até mesmo a função primária de proteger as fronteiras não é bem feita.

E o que falar das políticas econômicas e monetárias do Brasil? Desde 1994, o real perdeu mais de 85% do seu poder de compra, o dólar está beirando os R$6,00 e a dívida pública chega perto dos 100%. 

Mesmo assim, funcionários da Receita Federal, PRF e diversas outras áreas do funcionalismo público receberam reajustes de quase 30%. Você, funcionário da iniciativa privada, recebeu seu ajuste de 30%? Não?! 

O Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (SINAL) também não recebeu reajuste salarial de 28,86%, que seria baseado na diminuição do poder de compra do brasileiro desde 2017 – quando aconteceu o último reajuste. Do contrário, o sindicato fará um protesto no dia 18 de janeiro. 

O BC já recebe, segundo a Lei de Diretrizes Orçamentárias, R$2,0732 bilhões e é responsável por 7,1% do gasto com despesas administrativas federais: 

Não precisamos de um Banco Central! 

Contudo, a boa notícia é que não precisamos de um Banco Central. A grande questão de como emitir moeda de forma descentralizada, sem influências de burocratas brasileiros foi resolvida em 2008 por Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin. 

Desde então, o real perdeu cerca de 99,54% do seu valor em comparação ao Bitcoin, é esperado que perca 99,99% até o final de 2023:

El Salvador, o primeiro país a adotar o Bitcoin conseguiu dobrar seu crescimento desde a adoção e será um dos 3 países que mais crescem na América Central e do Sul, superando vizinhos do caribe e até mesmo Chile, Argentina e Brasil. 

Como resultado da adoção do Bitcoin, El Salvador não precisará nunca mais manejar a criação de dinheiro por meio de gráficas como a Casa da Moeda, não precisará se preocupar com falsificação do seu dinheiro, terá custos de remessas internacionais reduzidos e a população contará com um meio de troca com emissão estável e segura. 

Enquanto no Brasil, os burocratas federais exigem aumento em detrimento do povo. Os mesmos funcionários públicos que tinham como missão “ assegurar a estabilidade do poder de compra da moeda” confirmam que o Estado brasileiro falhou miseravelmente outra vez. 

Realidade do Banco Central: real perde 85% do poder de compra, sistema financeiro concentrado e centralizado. Mesmo assim, os servidores do Banco Central estão exigindo um aumento de 28%! Eles se esquecem que não precisamos mais de um Banco Central. 

Está na hora de trocar o inapto BC pelo BTC. 

A NovaDAX está completando três anos!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil completa três anos no mês de novembro e quem ganha é você! 

Serão até 30 moedas com taxa zero para transações e mais de 80 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.





Fonte: cointimes.com.br

Comments (No)

Leave a Reply