Reserva Federal dos EUA alega que stablecoins são vulneráveis


A Reserva Federal dos Estados Unidos expressou preocupações sobre a efetividade das criptomoedas stablecoins e sugere utilização de alternativas apoiadas pelo governo.

Em seu relatório de estabilidade financeira, que abrange vários setores econômicos, o Sistema de Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed) identificou e explicou alguns riscos associados às stablecoins.

Embora ativos digitais associados e projetos de blockchain possuam certa disposição à perda de liquidez, a Fed afirma que as “vulnerabilidades estruturais das stablecoins persistem nos fundos do mercado monetário e em alguns outros fundos mútuos, e o setor de stablecoins em rápido crescimento é vulnerável a períodos de perdas contínuas.”

O relatório ainda explica que stablecoins são apoiadas por ativos que podem perder valor ou tornar-se ilíquidos durante estresse, portanto, “elas enfrentam riscos de resgate semelhantes aos dos fundos isentos de impostos do mercado monetário”. Isto significa que “as vulnerabilidades podem ser exacerbadas por falta de transparência em relação ao risco e liquidez dos ativos que apoiam stablecoins.”

Outro risco observado pelo documento é que o uso crescente de stablecoin para atender às exigências de margem para negociação com alavancagem em outras criptomoedas pode “ampliar a volatilidade na demanda por stablecoins e aumentar os riscos de resgate.”

Como relatado pelo Cointimes, a Terra (LUNA) tem sofrido recentemente com esta volatilidade: Após implosão da UST, Secretária do Tesouro dos EUA clama por regulamentação das stablecoins até o final de 2022.

O relatório também discute o papel que CBDCs poderiam desempenhar no cumprimento da intenção das stablecoins enquanto operam dentro de uma estrutura regulada, com um “potencial para apoiar a estabilidade financeira, uma vez que a proliferação de novos tipos de moedas digitais, incluindo stablecoins, poderiam apresentar riscos tanto para indivíduos quanto para o sistema financeiro como um todo”.

Entenda o que é um CBDC, a moeda digital do Estado.

Portanto, a Fed sugere que CBDCs poderiam proporcionar ao público um amplo acesso ao dinheiro digital livre de riscos de crédito e liquidez.

Em março, Biden, presidente dos Estados Unidos, assinou uma ordem executiva para tratar o aumento das criptomoedas e seus riscos associados. A ordem orienta o governo dos EUA a avaliar a infra-estrutura tecnológica e as necessidades de capacidade para um potencial CBDC americano de uma forma que proteja os interesses dos cidadãos norte-americanos.

Leia também:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br





Fonte: cointimes.com.br