Redes congestionadas: Mempool do Bitcoin cheia e Gas do Ethereum sobe


As duas principais redes do mercado de criptomoedas, que mais possuem capital atrelado, foram afetadas com o aumento de atividade por parte dos usuários e alguns serviços foram prejudicados nesta manhã.

Mempool do Bitcoin em capacidade máxima

A mempool do bitcoin, um banco de dados temporário onde ficam as transações que são validadas pelos nodes e estão aguardando serem incluídas em algum bloco pelos mineradores, está operando em capacidade máxima.

No momento da redação desta matéria, o uso da mempool estava em 307 MB dos 300 MB disponíveis, com 46.884 transações que pagaram a taxa mínima para a entrada neste espaço digital temporário, esperando serem confirmadas.

Fonte: Mempool.space

A alta demanda por espaço já começou a refletir nas taxas médias que estão sendo aceitas pelos mineradores, mas é possível que elas continuem subindo no decorrer do dia de hoje já que a demanda parece estar muito alta e graças ao modelo competitivo onde os usuários são incentivados a aumentar o tanto que estão dispostos a pagar, para que suas transações passem na frente das demais.

Muitas destas mais de 40 mil transações em espera podem ter suas taxas alteradas caso os donos dos bitcoins sendo transferidos tiverem maior urgência.

Às 11 da manhã desta quinta-feira, 12 de maio, vimos um pico da taxa mínima para entrada na mempool, chegando a 9,276 vB/s, que é reflexo de um aumento de dificuldade para que uma transação seja sequer considerada válida pela rede e tem o objetivo de manter o uso do espaço dentro de seu limite.

O congestionamento da rede pode ser bastante prejudicial para negócios que precisam concluir transações ou para donos de BTCs que querem mover suas unidades, pelo motivo que seja.

Desde uma abertura ou fechamento de canal na lightning network, até uma operação de venda de urgência, uma necessidade de gastar as moedas ou mover parte delas para outro endereço, talvez após uma compra.

Com o aumento da dificuldade mínima e das taxas médias, todos aqueles com poucos bitcoins em carteira podem se ver completamente impedidos de usar a rede.

Além do problema momentâneo, um aumento tão grande da demanda pode causar uma “bola de neve”, que aumenta as taxas em velocidade exponencial, como vimos em Abril de 2021, com um valor médio chegando ao redor de US $60 por uma única transação.

Taxas de rede médias registradas em 19 de abril de 2021. BTC em $58,42 ETH em $22,45 LTC $0,05 e XNO em $0,00.
Fonte: TransactionFees

Este comportamento é bastante comum em momentos de forte volatilidade, onde muitas pessoas decidem usar a rede ao mesmo tempo, seja em um mercado de grandes quedas ou grandes altas de preço.

Gás do Ethereum decola

Outra rede que, assim como o Bitcoin, está sendo bastante prejudicada com as pessoas tentando utilizá-la é a Ethereum (ETH), que também registra forte aumento na demanda por transações, causando um aumento expressivo no custo para transacionar, através do gás – taxas do ether.

Captura de tela com as taxas do ethereum conforme descrição na matéria.
Fonte: Etherscan – Gas Tracker

Nesta manhã foram registradas taxas muito acima da média, além de eventos extraordinários em algumas plataformas com valores absurdos em dólar e ainda mais potencializados pela queda do preço ETH/USD, fazendo com que seu valor em ether seja ainda mais significativo.

O marketplace NFT OpenSea, registrou mais de US $100,00 de taxa para operações de vendas de colecionáveis e a UniSwap (UNI) – exchange descentralizada (DEX) – pouco menos do mesmo custo para operações de trade dentro da plataforma.

Efeitos negativos para negócios e outros serviços

Além de inviabilizar transações para pessoas com menos capital – fazendo com que, para estas pessoas, a rede esteja literalmente inutilizável no momento de alta demanda – algumas outras consequências foram observadas nesta manhã.

A pool de mineração Pool2Miners, por exemplo, reportou que não conseguiria fazer o pagamento diários em bitcoin e ethereum aos seus mineradores, sendo que os únicos que conseguiram receber normalmente foram aqueles que escolheram Nano (XNO) como moeda.

Transferência on-chain registrada pelo NanoWhale no twitter de 102.335 XNO sendo entregues para a carteira de pagamentos da pool2miners.
Fonte: NanoWhale – Pagamento dos mineradores

Saiba mais: 

O atraso para receber os pagamentos decorrentes da mineração acaba aumentando a exposição dos mineradores à volatilidade, já que quanto mais eles demoram para receber a moeda em suas contas, mais o preço pode mudar. Prejudicando a realização do lucro sobre a atividade em momentos de queda, como o atual.

A THORChain também reportou problemas parecidos, com a necessidade de interromper alguns serviços relacionados com Bitcoin e Ethereum, devido ao congestionamento e alguns nodes caindo no processo.

Leia mais:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.





Fonte: cointimes.com.br