Queda no mercado de criptomoedas não afeta NFTs que continuam ‘bombando’, destacam estudos


Um estudo realizado pela Chainalysis e compartilhado com o Cointelegraph, revelou o investimento em NFTs continua ‘bombando’ no mercado de criptomoedas. Segundo aponta o material, no ano passado, os colecionadores enviaram mais de US$ 40 bilhões em criptomoedas para contratos inteligentes associados a coleções e mercados NFT.

Porém, neste ano, já foi enviado mais US$ 30 bilhões em criptomoedas para contratos inteligentes relacionados a NFT até o dia 15 de abril. Além disso o estudo aponta que o número de coleções ativas de NFT cresceu quase todas as semanas desde março de 2021 e atualmente está acima de 4 mil.

O estudo também revelou que a grande maioria das transações NFT são de varejo, o que significa menos de US$ 10.000 em criptomoedas em cada transação.

Enquanto isso, as transferências institucionais representaram 33% de toda a atividade desde a semana de 31 de outubro de 2021, quando se registrou um aumento para 73%, devido à compra de vários NFTs da coleção Mutant Ape Yacht Club.

A Chainalysis aponta que embora a América do Norte e a Europa Ocidental tenham sido as primeiras a adotar NFTs em massa, como sugere o tráfego da web, atualmente nenhuma região domina este mercado, já que todas detém menos de 40% de participação no tráfego global.

 

Mercado de NFTs continua crescendo

Um outro estudo da TradingPedia mostrou que o mercado de NFT teve um grande aumento nos traders ativos (77% MoM) e no volume de negociação (439% MoM) em janeiro e está se estabilizando no segundo trimestre de 2022.

Segundo a pesquisa, os traders de NFT cresceram 50% trimestralmente, negociando volumes recordes, apesar de uma queda histórica no mercado de criptomoedas. Uma análise dos dados de blockchain por pesquisadores da TradingPedia mostra que o recente declínio do mercado de criptomoedas não está afetando a popularidade e o comércio de NFT.

Para chegar a essa conclusão, a empresa realizou uma consulta no Dune Analytics para listar todas as negociações NFT e, após isso, somou compradores e vendedores únicos, agrupando-os por trimestre, revelando que os dois últimos trimestres tiveram um crescimento de traders ativos QoQ de 54% e 50%, respectivamente.

“Quando analisamos os dados mais recentes do atual segundo trimestre de 2022, vemos que começou com um aumento no número de traders NFT ativos diários em abril, com média de 58 mil por dia. Isso é 12% superior à média de 52 mil de março de 2022. Nos primeiros 10 dias de maio, observamos um retorno às médias de março, apesar da queda contínua dos mercados de criptomoedas”, destacou a empresa.

Ainda segundo a Tradingpedia, em janeiro de 2022, o volume médio diário de negociação de NFT aumentou em 439% MoM, enquanto a média diária de traders ativos aumentou 77% MoM.

“À primeira vista, isso não faz sentido com os mercados de criptomoedas indo para o sul em um ritmo acelerado. Isso, no entanto, é bastante esperado. Com os mercados parando ou caindo, muitos investidores de criptomoedas tentam maneiras alternativas de obter os altos retornos aos quais estão acostumados em um mercado em alta”, afirmou o estudo da empresa.

Além disso Brian McColl, analista da TradingPedia, destacou que os preços dos tokens não fungíveis são listados com mais frequência em uma determinada criptomoeda. Quando o mercado está em baixa, isso diminui o valor absoluto em dólar e atrai novos adotantes para comprar seu primeiro NFT.

Para ilustrar a ascensão e estabilização do mercado de NFT em 2022, a empresa combinou dois dos conjuntos de dados na mesma linha do tempo: o número de traders ativos únicos (compradores e vendedores) por dia e o volume negociado naquele dia em USD.

“É claramente visível que 2022 abre uma nova página para NFT com volumes recordes e traders ativos recordes em janeiro. Os volumes flutuam muito, mas isso pode ser atribuído a lançamentos específicos de coleções NFT que aumentam o interesse. A tendência parece estar se estabilizando, apesar do declínio atual dos mercados de criptomoedas.”, acrescentou Brian McCol.

Onde estão os investidores de NFTs

Em um outro estudo, a BrokerChooser, analisou pesquisas relacionadas à NFT em mais de 400 grandes cidades em todo o mundo para revelar as cidades mais procuradas pelos colecionadores de NFT. A pesquisa revleou que a cidade de Nova York é de longe a cidade NFT mais popular, recebendo mais pesquisas do que todas as outras cidades do estudo juntas.

No outro extremo da escala, Detroit, nos EUA, foi uma das cidades com menos procuradas pelos investidores de NFT, chegando em 50º lugar. Logo à frente dela estão Huston, também nos EUA e Melbourne na Austrália, ambos com 100 pesquisas.

“Os NFTs definitivamente proporcionaram a oportunidade de obter um grande retorno sobre o investimento, por exemplo, o The Board Yacht Ape Club, cunhado em US$ 189 e agora vendido por até US$ 2,9 milhões. No entanto, um dos grandes problemas no cenário NFT agora é a diminuição da demanda e do interesse depois que o hype está esfriando, enquanto a oferta ainda é alta. Mas isso pode ser uma volatilidade normal em um mercado tão novo e em desenvolvimento.”, disse Tamás Müller especialista da BrokerChooser.

LEIA MAIS

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Fonte: cointelegraph.com.br