Propriedade vendida por quase US$ 1 milhão no Decentraland será uma zona comercial virtual – Money Times


Metajuku, em homenagem ao distrito japonês de Harajuku, será uma zona comercial no mundo virtual do Decentraland (Imagem: Unsplash/illiyapresents)

Um terreno no mundo virtual Decentraland — que se tornou na maior venda em dólares da plataforma — será transformado em uma zona comercial virtual.

Republic Realm, empresa nova-iorquina de imóveis digitais, adquiriu o terreno em 17 de junho por um valor recorde de US$ 913.808 em MANA, a criptomoeda do jogo, desenvolvido na Ethereum.

Decentraland é um jogo de realidade virtual que permite que usuários comprem, vendam e desenvolvam terrenos virtuais. Terra, bens e serviços vêm na forma de pacotes chamados LAND, que usuários podem adquirir com MANA.

A propriedade está no formato de um token não fungível (NFT, na sigla em inglês). NFTs são colecionáveis que existem no blockchain e representam diferentes tipos de arquivos digitais, como arquivos em áudio e vídeo ou, nesse caso, terreno virtual.

Comprando roupas no mundo virtual

Republic Real vai chamar sua zona comercial e virtual de “Metajuku”. É inspirada no distrito de Harajuku, na cidade de Tóquio, conhecida por sua moda “street”.

O distrito digital possui 1,5 mil metros quadrados e terá dois lojistas principais, que venderão itens apenas digitais: Dress-X e Tribute Brand.

Vestuário digital são itens que usuários podem usar no mundo virtual e também mostrar em suas redes sociais. Os produtos nunca são criados fisicamente, mas são vendidos virtualmente. Esses vestuários incluem roupas, acessórios, calçados, bem como itens customizados.

De acordo com Janine Yorio, sócia-gestora da Republic Realm, a pandemia acelerou a tendência para a socialização digital que já estava em andamento:

Observamos as formas que as pessoas estavam interagindo no metaverso, com outras coisas, como jogos de cassino e eventos digitais. Sabíamos que o próximo passo era encontrar uma forma de as pessoas descobrirem produtos no metaverso.

Da mesma forma que percebemos que cada empresa de produto para clientes possui um site atualmente, terão lojas virtuais em ambientes imersivos e 3D no futuro, e essas lojas estarão no metaverso.

Segundo Yorio, usuários mais novos e jovens são atraídos pela vivência da vida on-line de uma forma mais imersiva, citando o surgimento do e-commerce e da popularidade de jogos, como Minecraft.

Yorio afirma que o conceito de vestuário digital é atrativo pois, de acordo com ela, o consumismo não é mais sobre possuir o item físico, e sim ser capaz de compartilhar a aquisição com os outros:

Nem todo mundo precisa de vestuários na vida real. Eles podem não querer comprar o item para vesti-lo para sempre, e sim serem visto usando-o algumas vezes.

Metajuku não é a primeira aquisição imobiliária do Republic Real no Decentraland. A empresa possui um terreno de mesmo nome, bem como diversas propriedades “loteadas”.

Também possui terrenos em outros mundos virtuais, apesar de suas propriedades no Decentraland serem as mais bem-desenvolvidas, afirma Yorio.





Source link

Comments (No)

Leave a Reply