Produção de blocos de rede Liquid é retomada após problemas de processamento de transações


A produção de blocos na rede Liquid da Blockstream foi retomada depois que problemas técnicos relacionados a uma atualização funcional puseram muitas transações na fila por horas.

Em uma atualização de segunda-feira de um membro do conselho de supervisão da Liquid identificado apenas como Wiz, o modo à prova de falhas do Liquid foi ativado ontem quando “um problema inesperado ocorreu fazendo com que os nós do signatário do bloco não validassem certos parâmetros uns contra os outros.” Como resultado, a rede parou de produzir blocos e as transações foram continuamente sendo enfileiradas no Liquid mempool por aproximadamente 22 horas, começando aproximadamente às 16:19 no horário de Brasília, na segunda-feira 4 de outubro. 

Wiz relatou que os desenvolvedores do Liquid atualizaram 10 das 15 funcionalidades, com a produção de blocos sendo retomada assim que mais um for consertado. As transações líquidas pendentes foram enfileiradas no mempool até que os nós fossem atualizados, o que foi concluído na terça-feira quando a rede relatou que os blocos estavam chegando.

Anunciado pela primeira vez em 2015, a Liquid foi projetada para ser uma cadeia lateral de Bitcoin (BTC) com o objetivo de acelerar a liquidação de transações BTC para trocas de criptomoativos. A rede suporta seus tokens LiquidBTC (LBTC) indexados ao Bitcoin – há 3.293 atualmente em circulação. Além disso, a Liquid Federation tem 57 membros, incluindo crypto exchanges Bitfinex, BitMEX e Huobi.

LEIA MAIS:

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!





Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply