Preço do Bitcoin no caminho certo para estabelecer novos recordes na América Latina


Com um retorno ao nível de US$ 60.000, o preço do Bitcoin continua a subir acentuadamente na véspera do fim de semana, com vistas a US$ 66.000 no curto prazo.

Nos principais mercados da América Latina, o ativo teve uma franca recuperação em relação aos últimos sete dias, onde a criptomoeda experimenta ganhos significativos em relação às principais moedas fiduciárias da região. Vamos revisar como o preço do Bitcoin se comporta na América Latina.

Argentina

Na Argentina de Gardel, o preço do Bitcoin está sendo negociado acima de 12 milhões de pesos argentinos (ARS) para compra, com uma variação positiva de + 3,49% nas últimas 24 horas.

Os dados fornecidos pela Ripio Exchange indicam que o ativo tem uma diferença significativa com relação ao preço à vista de venda, de quase um milhão de pesos argentinos.

Colômbia

Na Colômbia, o preço do Bitcoin em relação ao peso colombiano (COP) continua ganhando terreno, com um aumento de 5% em relação à última semana.

Buda.com destaca que os colombianos precisam gastar mais de 230 milhões de pesos colombianos para poder adquirir 1 BTC, um aumento de um por cento nas últimas 24 horas.

Chile

Enquanto isso, na grande nação austral, o preço do Bitcoin continua crescendo fortemente em relação ao peso chileno (CLP).

Os dados divulgados por Buda.com indicam que o preço do Bitcoin no Chile subiu + 2,5% nas últimas 24 horas, para negociação acima de 50 milhões de pesos.

México

A nação asteca relata o mesmo comportamento que o resto dos mercados latino-americanos. A Bitso Exchange observa que o preço do Bitcoin aumentou ligeiramente em relação à última sexta-feira.

Atualmente, no México, o preço do Bitcoin está sendo negociado em alta, com um aumento intradiário de + 2,5%.

Peru

O Peru registra uma das maiores taxas de crescimento intradiário da região. Com um aumento de + 4,3% no preço do Bitcoin nas últimas 24 horas, o ativo conseguiu romper o patamar de 250.000 soles peruanos (PEN).

Além disso, Buda.com informa que, nos últimos sete dias, o preço do Bitcoin aumentou + 1,6%.

Venezuela

Na nação cripto por excelência da América do Sul, o preço do Bitcoin continua subindo em relação à desvalorizada moeda local, o Bolívar.

Remitano indica aumento de um por cento nos últimos sete dias, para cotação à venda em 279.082,01 VES.

As opiniões expressas neste post são de responsabilidade exclusiva do autor e nada têm a ver com a linha editorial da Cointelegraph. Todo investimento traz risco e você deve fazer uma pesquisa adequada antes de investir. Esta postagem não pode ser considerada um conselho financeiro.

VEJA MAIS:

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!





Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply