Plataforma brasileira de NFTs tokeniza samba-enredo da Portela, música nova de Paulo Ricardo e obras de Carlos Vergara

O Brasil acaba de ganhar mais uma plataforma para criação e comercialização de NFTs (tokens não fungíveis). A Miintme entrou no ar no último domingo com o lançamento de  coleções de NFTs do artista plástico gaúcho Carlos Vergara. 

“Prospectiva – Respiração” é a primeira obra em formato digital criada por Vergara e foi concebida em parceria com o artista multimídia Alexandre Rangel. O resultado são peças animadas estruturadas a partir de recortes de uma imagem original acompanhados do som da respiração do próprio Vergara.

“Feijão – Mutações” é uma coleção de 41 NFTs baseados em “Feijão”, obra icônica do artista gaúcho. As peças oscilam entre a bidimensionalidade da op-art e as quatro dimensões da animação.

Ambas as coleções foram criadas a partir da arte generativa, técnica em que obras são aleatroriamente criadas a partir de determinados padrões definidios pelo artista.

O item número 1 de cada coleção está sendo vendido por preços definidos, enquanto os demais tokens não fungíveis estão abertos a ofertas de potenciais compradores. O NFT 1 de “Prospectiva – Respiração” custa US$ 1.000, enquanto o de “Feijão-Mutações” custa US$ 315,00.

Além da arte digital, a Miintme pretende explorar os nichos de NFTs dedicados aos esportes e à música. O samba-enredo da Portela para o carnaval de 2022, ainda sem maiores detalhes a respeito de tiragem e do formato da coleção, e uma música nova do cantor e compositor Paulo Ricardo acompanhada de uma ilustração do desenhista Mike Doedato são os próximos lançamentos já anunciados pela plataforma.

O presidente executivo da Miintme, Sérgio Campos deseja explorar a paixão dos brasileiros por ícones da nossa cultura local para atingir um público amplo, além dos investidores do mercado de criptomoedas, conforme afirmou em reportagem da Folha de São Paulo publicada na terça-feira:

“A gente vai trabalhar muito essa questão do fã. Hoje, quem compra NFT está muito mais nichado no mundo cripto, mas o fã é eterno. Se esse hype vai continuar em uma crescente ou não, não importa. Eu nunca vou deixar de gostar do Paulo Ricardo, por exemplo.”

Campos aponta três pilares que podem fazer com que o público brasileiro entre de forma mais ampla e consistente no crescente mercado de NFTs: o valor artístico da obra, a conexão emocional com o artista e o conceito de escassez digital, a grande inovação que os tokens não fungíveis introduziram sobre a circulação de imagens digitais no âmbito da internet.

Agora é possível certificar-se da autenticidade e da propriedade de bens e imagens digitais, trazendo benefícios tanto para os fãs, que podem adquirir itens únicos e exclusivos de seus criadores favoritos, quanto para os artistas, que podem lucrar diretamente a partir da comercialização de produtos que de outra forma circulariam livremente por ambientes digitais.

De acordo com a plataforma de monitoramento de dados sobre NFTs Nonfungible, o mercado de tokens não fungíveis movimentou mais de US$ 2 bilhões de dólares somente no mês de outubro.

O presidente executivo da Miintme já possui uma empresa de marketing esportivo e contou à reportagem da Folha que teve a ideia de criar a plataforma de NFTs depois de estudar a tecnologia blockchain e entender que havia espaço para fazer um trabalho em parceria com artistas e criadores brasileiros. A Miintme não pretende ser apenas um marketplace para comercailização de tokens não fungíveis:

“É como se a gente fosse uma plataforma boutique. Vamos trabalhar com poucos artistas, mas com projetos que a gente desenvolva em conjunto, uma parceria mais duradoura.”

Campos acredita que a empresa vai cumprir um papel didático nesse primeiro momento, apresentando àqueles que são estranhos ao universo das criptomoedas uma forma alternativa – e mais divertida – de se aproximar deste admirável mundo novo. Não é necessário ter criptoativos para adquirir NFTs na Miintme. A plataforma aceita pagamentos com cartão de crédito.

Conforme noticiou o Cointelegraph Brasil recentemente, a Miintme vem se juntar à DropGen como a segunda plataforma brasileira dedicada à criação de tokens não fungíveis.

LEIA MAIS

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!



Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply