‘Plano de resgate’ da Terra não evita que LUNA caia abaixo de US$ 5, Bitcoin atinge ‘US$ 138 mil’ em UST


O pânico pareceu se instalar nos mercados de criptomoedas durante a noite de 11 de maio, quando o protocolo Blockchain Terra falhou em estabilizar seus criptoativos, que continuaram a sangrar.

Dados do Cointelegraph Markets Pro e do TradingView mostraram que o token nativo da empresa Terra (LUNA) e a stablecoin, TerraUSD (UST) tiveram grandes perdas no dia.

Um novo e duvidoso “recorde histórico” para o Bitcoin

Após uma venda em massa, que alguns argumentaram ter sido “coordenada” para destruir o ecossistema da Terra, a UST perdeu sua paridade com o dólar dos Estados Unidos.

As tentativas de reforçar o lastro quando as reservas do LUNA e do Bitcoin (BTC) falharam e, como a incerteza tomou conta do mercado, tanto o UST quanto o LUNA mergulharam para níveis inimagináveis ​​apenas alguns dias antes.

Chegando lá… fiquem firmes, lunáticos

— Do Kwon (@stablekwon) 10 de maio de 2022

O cofundador Do Kwon disse que um “plano de recuperação” deveria ser lançado, os detalhes ainda são escassos no momento da redação.

Rumores que circulam online sugerem que outras grandes empresas de criptomoedas podem estar dispostas a contribuir com fundos para apoiar o lastro.

Em 11 de maio, o UST foi negociado a apenas US$ 0,27, tendo mergulhado brevemente para mínimos de US$ 0,25, 75% abaixo da paridade do dólar.

O LUNA/USD estava em US$ 6,00, uma queda de mais de 90% somente em maio.

Outra consequência não intencional da turbulência veio na forma de BTC/UST atingindo níveis absurdos de quase US$ 140.000 na gigante exchange Binance, que suspendeu os saques de LUNA e UST em 9 de maio.

Bitcoin com desempenho “notavelmente bom”

A reação foi um misto de choque e nervosismo com a recuperação do mercado que permeou o pensamento dos analistas.

A atenção também se concentrou na maior stablecoin em dólares, Tether (USDT), já que o diretor de tecnologia da Tether, Paolo Ardoino, parecia igualmente surpreso com os eventos recentes.

Uau

— Paolo Ardoino (@paoloardoino) 11 de maio de 2022

Apesar da potencial pressão de venda no próprio Bitcoin, no entanto, a maior criptomoeda evitou uma nova queda abaixo de US$ 30.000 no momento da redação deste artigo.

“Acho que o Bitcoin se manteve notavelmente bem no contexto da saga Luna com sua venda forçada de BTC. Continua a haver muita incerteza no mercado, mas por enquanto o nível de US$ 30 mil está se sustentando bem para o Bitcoin”, disse Philip Swift, criador da plataforma de análise LookIntoBitcoin, ao Cointelegraph em comentários à parte:

“Estamos vendo uma série de métricas no LookIntoBitcoin que mostram que o BTC está se aproximando dos principais níveis de ‘valor’, onde mãos historicamente fortes acumulam Bitcoin a preços de valor. Também há muitas evidências de que os detentores de longo prazo não se incomodam com essa volatilidade de curto prazo.”

O BTC/USD, como outros ativos de risco, enfrentou outra fonte de volatilidade no dia em que os dados do IPC dos EUA seriam divulgados.

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph.com. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

LEIA MAIS: 

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Fonte: cointelegraph.com.br