Ouro já está perdendo terreno para o Bitcoin entre os investidores ‘da grana’, aponta Cathie Wood.


Cathie Wood, CEO da renomada empresa Ark Invest, reforçou sua convicção sobre a crescente substituição do ouro pelo Bitcoin (BTC) como ativo de reserva preferido pelos investidores. Durante uma conversa com Brett Winton, membro do comitê de investimento de capital de risco da Ark Invest, Wood destacou a tendência em curso, que ela acredita que continuará no futuro.

Essa mudança de paradigma, segundo Wood, está sendo impulsionada pela acessibilidade facilitada ao bitcoin para investidores institucionais, graças à recente aprovação de 11 fundos negociados em bolsa (ETFs) de bitcoin nos Estados Unidos, incluindo o ARKB, emitido por sua própria empresa.

Enquanto os investidores institucionais preferem instrumentos financeiros regulamentados pelo estado, como os ETFs, os investidores individuais têm a opção de adquirir bitcoin diretamente, sem a necessidade de intermediários.

Wood, conhecida por seus investimentos em tecnologia de ponta, inteligência artificial, energia renovável e exploração espacial, destaca o papel crucial que os ETFs de bitcoin desempenharão na aceleração da adoção da criptomoeda como reserva de valor, gradualmente deslocando o espaço tradicionalmente ocupado pelo ouro.

Bitcoin

Um indicador importante desse deslocamento é o coeficiente de correlação entre o preço do bitcoin e o preço do ouro, que atualmente está em 0,8, indicando uma forte correlação entre os dois ativos. Além disso, dados da Ark Invest mostram que o retorno médio do bitcoin nos últimos sete anos foi de cerca de 44%, muito superior aos retornos de outros ativos como ouro, imóveis, títulos, commodities e ações.

Wood também comentou sobre a recente correção no preço do bitcoin, atribuindo-a a uma estratégia de negociação conhecida como “compre o boato e venda a notícia”. Apesar dessa correção temporária, Wood vê o interesse renovado pelo bitcoin como um sinal de busca por qualidade e segurança em tempos de incerteza.

Após atingir uma alta de cerca de US$ 49.000 com o lançamento dos ETFs de bitcoin, o preço da criptomoeda registrou uma queda, atingindo um novo mínimo para 2024 em torno de US$ 39.000. No entanto, a reação subsequente indica uma recuperação, refletindo um interesse contínuo e um movimento em direção aos ativos digitais como refúgio seguro em meio à volatilidade dos mercados tradicionais.



Fonte: BITNOTICIAS.COM.BR