Oceânica Engenharia pede registro de companhia aberta junto à CVM – Money Times


Ocêanica Engenharia
Segundo o registro na CVM, não houve um pedido imediato da companhia para uma eventual oferta de ações (Imagem: Facebook/ Ocêanica Engenharia)

A fornecedora de infraestrutura marítima usada na exploração de petróleo Oceânica Engenharia pediu registro de companhia aberta, segundo informações no website da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta segunda-feira.

Criada em 1978 e com sede na capital do Rio de Janeiro, a Oceânica presta serviços de inspeção e monitoramento de estruturas submarinas e subaquáticas, e tem como uma de suas principais clientes a Petrobras (PETR4).

A companhia afirma em seu website que teve receita líquida de 320,3 milhões de reais em 2021, um aumento de 79% em relação ao ano anterior.

Segundo o registro na CVM, não houve um pedido imediato da companhia para uma eventual oferta de ações, embora o registro solicitado a credencie para tal.

O pedido de registro da Oceânica ocorre num momento de estagnação no mercado de ofertas iniciais de ações (IPO) no Brasil, com o ciclo de alta de juros afastando investidores de ativos de maior risco.

Ao mesmo tempo, porém, ações de empresas que atuam no setor de petróleo e gás têm escapado da derrocada nos mercados de ações, dada os preços globais elevados do petróleo.

No começo deste mês, a Oceânica recebeu dois veículos operados remotamente (ROVs) de classe de trabalho (work class) da Forum Energy Technologies para apoiar as atividades de inspeção, reparo e manutenção nos campos de petróleo da Petrobras.

Entre para o nosso Telegram!

Faça parte do grupo do Money Times no Telegram. Você acessa as notícias em tempo real e ainda pode participar de discussões relacionadas aos principais temas do Brasil e mundo. Entre agora para o nosso grupo no Telegram!



Source link