o colapso de Luna viverá na história das criptomoedas

O colapso do Terra forçou os investidores de criptomoedas a fazer uma pergunta que nunca pensaram ser possível: o TerraUSD (UST) ou o Terra ( LUNA ) chegarão a US $ 1,00 novamente?

A magnitude dessa pergunta fornece um lembrete preocupante de quão rapidamente as coisas podem mudar nas criptomoedas. Enquanto o cofundador do Terraform Labs, Do Kwon , permanece firme no projeto, muitas pessoas na indústria estão começando a se distanciar do protocolo que pensavam estar fornecendo utilidade no mundo real para stablecoins e Bitcoin ( BTC ).

A ameaça de contágio do aparente colapso da Terra pode levar meses ou até anos para ser totalmente quantificada, mas parece que os uivos do bear market estão ficando mais altos.

Executivos da Celsius Network negam rumores de perdas significativas em meio à volatilidade do mercado

As consequências do fiasco UST/LUNA trouxeram um holofote negativo para a Celsius Network , uma plataforma de gerenciamento de riqueza focada em criptomoedas que supostamente foi “eliminada” devido aos eventos das últimas 72 horas.

Mas nada poderia estar mais longe da verdade, confirmou a equipe de liderança de Celsius na quarta-feira. Rod Bolger, diretor financeiro da empresa, disse ao Cointelegraph que “não estamos expostos de maneira significativa às oscilações do mercado”, incluindo o crash das criptomoedas desencadeado pelo LUNA.

O CEO Alex Mashinsky também tentou esclarecer as coisas.

Fasanara Capital, regulada pela FCA, levanta US$ 350 milhões em fundo de cripto e fintech VC

Se você conseguisse ler qualquer coisa além das notícias da Terra esta semana, saberia que uma proeminente empresa de investimentos do Reino Unido levantou US$ 350 milhões para um novo fundo de capital de risco de criptomoedas e fintech.

A Fasanara Capital, que administra US$ 3,5 bilhões em ativos, identificou a Web3 e as criptomoedas como uma grande oportunidade de investimento – tanto que planeja fazer maiores compromissos de capital com startups do que empresas de risco tradicionais.

As empresas de risco não se importam com os ciclos do mercado de criptomoedas. Eles só querem acumular o máximo possível de patrimônio no setor.

Maior banco digital da América Latina destinará 1% ao BTC e oferecerá serviços de investimento em criptomoedas

Um banco digital no Brasil com exposição a mais de 50 milhões de clientes está investindo 1% de seus ativos líquidos em BTC e tornando mais fácil para as pessoas comprar, vender e armazenar ativos digitais.

O Nubank, o maior neobanco da América Latina, anunciou esta semana que fez parceria com a Paxos para tornar realidade suas ambições de criptomoedas. O Cointelegraph vem relatando há anos que a América Latina é um hub de criptomoedas emergente .

Se você está nervoso com o mercado, confira o que a equipe executiva do Nubank tem a dizer sobre o potencial das criptomoedas na região.

Michael Saylor acalma investidores após quedas do mercado prejudicando MSTR, BTC

Com o Bitcoin caindo abaixo de US$ 30.000 – e a base de custo médio do BTC da MicroStrategy – o CEO Michael Saylor assegurou aos investidores que sua empresa de inteligência de negócios pesada em criptomoedas não corria risco de ser chamada de margem.

Saylor disse que levaria um colapso do preço do Bitcoin abaixo de US$ 3.600 antes que a empresa tivesse que oferecer outras garantias. O Crypto Twitter já acusou Saylor de vender secretamente uma parte de seu estoque de BTC. Isso não é verdade e nem o boato de que a MicroStrategy está falindo por causa de suas reservas de Bitcoin.

Você aguenta mais análises LUNA? Assista esse video

O painel do Market Report se reuniu fora do horário habitual esta semana, quando me juntei aos colegas analistas Jordan Finneseth, Marcel Pechman e Benton Yuan para falar sobre o Terra Luna.

Conversamos sobre o que exatamente deu errado com o ecossistema do Terra, como a UST perdeu seu peg e o que isso pode significar para o seu portfólio nos próximos 12 meses. Você pode assistir ao replay completo abaixo.

Crypto Biz é o seu pulso semanal dos negócios por trás de blockchain e criptomoedas entregues diretamente na sua caixa de entrada todas as quintas-feiras.

LEIA MAIS

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Fonte: cointelegraph.com.br