O bitcoin voltou ao mercado de baixa? Especialistas não têm certeza – Money Times


É importante lembrar que correções de mercado são comuns a qualquer ativo de investimento e que o importante é não se desesperar nem colocar todo o seu patrimônio em um só produto (Imagem: Unsplash/executium)

Neste momento, o bitcoin (BTC) está sendo negociado a US$ 31 mil, uma queda de 1% nas últimas 24 horas e de 24% na última semana, segundo a Messari.

Ether (ETH), o segundo maior criptoativo por capitalização de mercado, caiu 2% nas últimas 24 horas e 12% na última semana.

(Imagem: Messari/Screener)

Decrypt questiona: essas quedas sugerem que iremos entrar em outro “inverno cripto”? Especialistas responderam “talvez”.

Ki Young Ku, CEO da empresa de dados CryptoQuant, tuitou que o mercado de baixa (ou “bear market”) foi “confirmado”, pois grandes investidores (também chamados de “baleias”), estavam enviando seus investimentos a corretoras.

Em seguida, ele contou ao Decrypt que, “quando os fluxos de baleias prevalecem, é provável que o mercado entre num ciclo de baixa — historicamente falando”, mas acrescentou que, talvez, foi “mais uma série de correções que deve durar algumas semanas”.

Cinco fatos sobre as correções de preço
do bitcoin para investidores cripto

O analista cripto Alex Krüger concordou, acrescentando que o que estamos, sim, em um mercado e baixa e que “a única coisa positiva no horizonte é o fato de que todo mundo está extremamente pessimista” e que “poderia ser pior”.

Pedro Febrero, da RealFevr e Quantum Economics, acredita que ainda é muito cedo para afirmar que estamos num ciclo de baixa: “pelo menos, ainda, não. Espere algumas semanas. Vamos ver”.

Em maio, o mercado cripto despencou e perdeu cerca de US$ 500 bilhões em capitalização de mercado, após ter se aproximado de US$ 2 trilhões em março. Desde então, todos os criptoativos estão sofrendo com oscilações.

Fred Pye, CEO da canadense 3iQ, disse ao Decrypt, que os enormes ganhos do bitcoin no último ano “não eram humanamente insustentáveis”.

Apesar disso, o dinheiro continua entrando para o setor.

Matt Aaron, cofundador do UniWhales, aplicativo que rastreia grandes transações feitas no setor de finanças descentralizadas (DeFi), afirmou que a indústria cripto está parecendo a internet em suas etapas iniciais, quando era difícil saber para onde esse mercado estava indo:

Estamos acompanhados com a subida e queda drásticas [do mercado] — a extrema volatilidade.

Porém, se você observar o crescimento da internet após 2001, com a verdadeira adesão do mundo real — à qual estamos nos aproximando bastante —, talvez será bem mais parecido com isso, aumentando, gradualmente, ano após ano.

Confira cinco maneiras de lidar
com os altos e baixos do mercado cripto





Source link

Comments (No)

Leave a Reply