Nova criptomoeda batizada com nome do cachorro de Elon Musk subiu quase 2.000% desde sua criação


A febre dos cripto-memes parece não ter fim. Depois que Elon Musk publicou uma foto de Floki, o seu cãozinho de estimação da raça Shiba Inu no Twitter, o mercado cripto reagiu impulsionando algumas dog coins a ganhos exponenciais. Até uma nova criptomoeda foi criada para tentar aproveitar o momento favorável aos cripto-memes. E até agora vem conseguindo.

A Flokinomics (FLOKIN) é um token BEP20 baseado na Binance Smart Chain que se apresenta como o “melhor token de de rebalaceamento (rebase token) jamais visto pelos homens.” Este tipo de token tem um estoque flexível, cujo suprimento aumenta ou diminui em função de sua cotação, explica o site do projeto:

“Esse aumento ou diminuição da oferta funciona com um mecanismo denominado rebalanceamento. Quando ocorre um rebalanceamento, o suprimento do token é aumentado ou diminuído algoritmicamente, com base no preço atual de cada token. De certa forma, um token com suprimento elástico pode ser equiparado a stablecoins”.

Esses reajustes são feitos periodicamente para manter a cotação da moeda atrelada a um determinado preço-alvo, ainda de acordo com texto publicado no site.

Desde  que começou a ser negociado na terça-feira, um dia depois do tweet de Musk, o novo cripto-meme já acumula ganhos de quase 2.000%, de acordo com dados do CoinMarketCap.

Desempenho do preço do Flokinomics. Fonte: CoinMatketCap

Dog pumps

Depois do FLOKIN, a principal beneficiada pelo novo pump de Musk foi o Shiba Inu. O preço do SHIB chegou a atingir uma valorização de 400% durante a semana depois do post do CEO da Tesla, chegando a testar novamente, em 7 de outubro, sua maior alta em cinco meses.

O Dogecoin (DOGE) teve uma valorização mais modesta, mas conseguiu sair da região de US$ 0,20 em que se encontrava desde 20 de setembro e chegou a fechar acima de US$ 0,25 por quatro dias seguidos, acumulando uma valorização semanal de aproximadamente 12%.

O Floki Inu (FLOKI), que foi batizado em homenagem ao cãozinho de Musk logo após o seu nascimento, cresceu 14% desde o tweet.

Estas são apenas algumas das moedas derivadas do Dogecoin e da febre provocada pelos Shiba Inus no mercado cripto. Embora estejam tendo seu momento de glória, elas representam um risco enorme para o investidor, conforme alertou Garrick Hilleman, chefe de pesquisa da Blockchain.com e pesquisador visitante da London School of Economics, ao New York Post:

 “Há um risco real de que, se a celebridade perder o interesse ou se o um determinado cripto-meme for superado por outra moeda, o investidor se veja em apuros.”

Os desenvolvedores do Flokinomics fizeram vários acenos a Musk através do Twitter para ganharem sua adesão ao projeto, mas o empresário ainda não fez nenhuma referência à nova moeda.

Atualmente, o FLOKIN está sendo negociado exclusivamente na SushiSwap, a DEX (exchange descentralizada) da Binance Smart Chain e ocupa a posição número 2872 no ranking geral de criptomoedas por capitalização de mercado. Nas últimas 24 horas, teve um volume de negociação de US$ 2.814.729,91 e 1455% de valorização. As informações são do CoinMarketCap.

Conforme o Cointelegraph Brasil noticiou recentemente, a Dogecoin Foundation, formada em 2014 pelos criadores e apoiadores do DOGE, entrou com uma ação oficial sobre a marca Dogecoin no final de agosto, incomodada pela multiplicação de projetos inspirados no cripto-meme original.

LEIA MAIS

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!





Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply