Minério de ferro se recupera na bolsa de Cingapura, mas perdas em Dalian aumentam – Money Times


Mineração Minério de Ferro
Na Dalian Commodity Exchange, o contrato de minério de ferro mais negociado para setembro encerrou as negociações diurnas em queda de 3,1%, a 749 yuanes (111,85 dólares) a tonelada (Imagem: Pixabay/xusenru)

Os contratos futuros de minério de ferro se recuperaram na bolsa de Cingapura nesta terça-feira após uma série de vendas generalizadas (sell-off) desencadeadas pelo pessimismo quanto à demanda da China, maior produtora de aço do mundo. Já em Dalian, os preços permaneceram sob pressão.

O contrato do ingrediente siderúrgico para o mês de julho na Bolsa de Cingapura subiu 2,7%, a 113,95 dólares a tonelada, após uma queda de oito sessões que havia eliminado os ganhos deste ano.

Na Dalian Commodity Exchange, o contrato de minério de ferro mais negociado para setembro encerrou as negociações diurnas em queda de 3,1%, a 749 yuanes (111,85 dólares) a tonelada, depois de atingir 728,50 iuanes, seu menor nível desde 2 de março.

Um número crescente de produtores de aço chineses está paralisando os altos-fornos devido à demanda lenta e lucros fracos, que podem persistir por mais algum tempo à medida que a estação chuvosa interrompe a atividade de construção e os riscos de lockdown contra a Covid-19 permanecem.

No mercado spot, o minério de ferro com teor de 62% com destino à China caiu 2 dólares, para 117,50 dólares a tonelada nesta terça-feira, após uma baixa de 10 dólares na sessão anterior que havia levado o preço ao nível mais fraco desde meados de dezembro, segundo dados da consultoria SteelHome.

Siga o Money Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas e leitores do Money Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Siga agora a página do Money Times no Facebook!



Source link