‘Medo’ retorna ao Bitcoin, enquanto os detentores de longo prazo possuem apenas 3% das perdas não realizadas do BTC


O mergulho do Bitcoin (BTC) em quase 20% da máxima histórica finalmente afetou o sentimento do mercado – os investidores agora estão “com medo”.

De acordo com o Índice Cripto de Medo & Ganância, as perdas durante 19 de novembro removeram os últimos traços de “ganância” das mentes dos traders.

De “ganância” a “medo” em dois dias

Com a ação do preço do BTC caindo esta semana, o sentimento se recuperou, já que o preço à vista contrastou com os sinais ainda de alta dos mercados.

Os traders de derivativos estavam – e até certo ponto ainda estão – em uma fase de exuberância, com alguns ainda apostando em uma recuperação dramática dos preços no curto prazo.

O sentimento geral, medido pelo Índice Cripto de Medo & Ganância, mudou agora para corresponder melhor ao preço à vista.

No momento em que este artigo foi escrito, o Índice media apenas 34/100 – caracterizando “medo” – tendo mergulhado 20 pontos durante a noite.

A queda acentuada contrasta fortemente com o comportamento da maior parte dos últimos dois meses, onde o Índice permaneceu em território de “ganância” em torno de 70.

Dessa forma, os investidores estão agora mais temerosos desde o final de setembro, pouco antes de o Bitcoin começar sua ascensão para o mais recente recorde de todos os tempos.

Índice Cripto de Medo & Ganância. Fonte: Alternative.me

As mãos experientes mantêm-se firmes

Alguns investidores podem ter mais medo do que outros.

Como observou o Cointelegraph, as baleias têm acumulado mesmo com os preços continuando a cair, enquanto uma clara diferença entre os antigos e os novos hodlers também é visível.

Isso é enfatizado por números que mostram a porcentagem geral do fornecimento de BTC atualmente sem lucro.

Conforme observado pela empresa de análise on-chain Glassnode, os detentores de longo prazo (LTH, na sigla em inglês) se envolveram em vendas mínimas recentemente e detêm apenas 3% do fornecimento, que atualmente não é lucrativo.

Os detentores de curto prazo (STH, na sigla em inglês) – moedas que se moveram nos últimos 155 dias – sofreram o impacto da liquidação.

“Os STHs que compraram o topo atualmente detêm a maioria de todos os BTC com perdas não realizadas”, escreveu Glassnode em comentários no Twitter na sexta-feira (19).

Gráfico anotado do fornecimento dos detentores de Bitcoin de longo e curto prazo em lucro/prejuízo. Fonte: Glassnode

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!





Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply