Justiça mantém prisão de criador da GAS Consultoria, Glaidson dos Santos



Por 2 votos a 1, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) negou o pedido de Habeas Corpus do criador da GAS Consultoria, Glaidson Acácio dos Santos, na tarde desta terça-feira (26).

Em nota enviada, a GAS. Consultoria lamentou a decisão. A empresa reafirmou que se trata de uma decisão provisória e que os advogados de defesa já estão desenvolvendo a estratégia necessária para recorrer à decisão aos Tribunais Superiores.

Problemas com a GAS Consultoria

Este já é o terceiro pedido de habeas corpus impetrado pela defesa de Glaidson, que está preso desde agosto sob acusações de crime contra o sistema financeiro nacional, supostamente aplicado a partir de sua empresa GAS Consultoria. O negócio é conhecido em Cabo Frio, no Rio de Janeiro, por oferecer controversos contratos de investimentos em criptomoedas.

A Polícia Federal, a CVM e o Ministério Público, juntaram documentos apreendidos na operação Kryptos e a Justiça o tornou réu no início deste mês, juntamente com mais 16 acusados. Sua esposa Mirelis Zarpa, provável cabeça do negócio que prometia 10% de rendimentos ao mês, ainda está foragida.

Na ocasião da prisão de Glaidson e demais suspeitos, os agentes da PF e Receita Federal apreenderam 591 bitcoins, avaliados na cotação atual em cerca de R$ 205 milhões, dezenas de carros de luxo e mais de R$ 13 milhões em espécie.



Source link

Comments (No)

Leave a Reply