JPMorgan e bancos continuam com ‘shadown desbancarização’ do mercado de criptomoedas


Apesar de muitos aceitarem ETFs de bitcoin, alguns bancos continuam perseguindo usuários de criptomoedas, empresas e pessoas importantes do setor. 

Um exemplo recente acabou de acontecer com o fundador da Uniswap Hayden Adams no dia 23 de janeiro. Hayden revelou que o JPMorgan fechou as contas bancárias dele “sem aviso prévio ou explicação”.

Hayden fundador da Uniswap fala sobre banimento bancário

Ordens do FED e banqueiros contra as criptomoedas?

Não é de hoje que os principais bancos do mundo perseguem usuários de criptomoedas, corretoras e outros negócios.  

O ex-comissário da Commodity Futures Trading Commission (CFTC) Brian Quintenz afirmou que a perseguição bancária é ordenada de cima para baixo. 

“Provavelmente uma desbancarização nas sombras de criptomoedas pelos banqueiros do @federalreserve ou do @USOCC [Office of the Comptroller of the Currency], com orientação do topo.”

Brian também acrescentou que os bancos podem fechar as contas de clientes que eles acreditam ser muito arriscadas. O atendimento do JPMorgan pediu para Hayden entrar em contato via Direct do Twitter. A ideia de banir silenciosamente e de forma obscura originou o termo “shadown desbancarização” .

Bancos no Brasil continuam perseguição com atitudes anticoncorrenciais 

Desde 2015 os bitcoiners sofrem perseguição bancária apenas por transacionar um ativo transparente, verificável e completamente honesto. 

Basta procurarmos um pouco nos grupos de Bitcoin no Brasil para acharmos mensagens como as seguintes:

Daniel Fraga com conta fechada do Itau
Banimento do bitcoiner nos bancos

Em agosto de 2021. o Itaú respondeu a um processo no CADE da ABCB afirmando que continuará negando a abertura de conta à exchanges de criptomoedas. 

Os grandes bancos continuam com a política de fechar contas de bitcoiners, entretanto, agora eles resolveram usar o banimento como uma maneira de praticar atitudes anticoncorrenciais. 

Enquanto banem contas de P2P, os bancos estão investindo em corretoras de bitcoin, fechando acordos para negociar ativos em determinadas plataformas do mercado bitcoin e usando seu enorme poder para tentar definir quais empresas serão as vencedoras no mercado de criptomoedas. 

Leia mais: 

Mercado brasileiro de criptomoedas “quer dormir com o regulador”, diz grande empresário

A NovaDAX está completando três anos!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil completa três anos no mês de novembro e quem ganha é você! 

Serão até 30 moedas com taxa zero para transações e mais de 80 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.





Fonte: cointimes.com.br