Ibovespa (IBOV) titubeia sob peso do Bradesco (BBDC4); ações do banco têm pior pregão desde novembro de 2022 – Money Times


ibovespa-ibov-b3-acoes
Ibovespa tem dia de correção após disparada (Imagem: Reprodução/B3)

Após a disparada do último fechamento, o Ibovespa (IBOV) voltou a titubear nesta quarta-feira (7), sob peso da derrocada das ações do Bradesco (BBDC3;BBDC4) após resultados decepcionantes.

Referência na bolsa brasileira, o índice fechou o pregão em queda de 0,35%, a 129.957,84 pontos, segundo dados preliminares.

Dierson Richetti, especialista em investimentos e sócio da GT Capital, diz que a queda de hoje não surpreende e está atrelada a um movimento de correção depois da recente disparada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ibovespa precisará de mais esforços para engatar alta

A análise técnica do Itaú BBA desta quarta sugere que, tendo ultrapassado a resistência 129.558 pontos, o Ibovespa tem mais chances de retomar movimento de alta que pode levá-lo aos 132.000 pontos e à máxima histórica, em 134.400 pontos.

De acordo com o BBA, o Ibovespa pode retomar o movimento de alta pegando uma carona com o bom momento dos índices americanos S&P 500, Dow Jones e Nasdaq. No entanto, “precisará de mais esforços para engatar o movimento de subida”.

O BBA afirma que, do lado da baixa, a região de 126.400 pontos continua sendo o sinal de alerta para o investidor.

Bradesco tem pior pregão desde novembro de 2022

O noticiário corporativo voltou a ser o principal destaque do mercado doméstico. O principal acontecimento foi, de longe, o tombo de 13,50% das ações ordinárias e 15,66% das preferenciais do Bradesco.

Trata-se da maior queda em um pregão do banco desde 9 de novembro de 2022, quando os papéis preferenciais da companhia caíram mais de 17% e as ordinárias fecharam a sessão em baixa de 16%.

  • Por que Bradesco decepcionou o mercado com resultado do 4T23? Analista Larissa Quaresma comenta balanço do bancão e responde o que fazer com as ações agora; Confira no Giro do Mercado:

O Bradesco entregou lucro líquido recorrente de R$ 2,87 bilhões no quarto trimestre do ano passado, bem abaixo das projeções do consenso do mercado, que apontava ganhos de R$ 4,79 bilhões para o período.

O banco também divulgou o guidance para 2024. Na teleconferência de resultados realizada nesta quarta, o novo CEO, Marcelo Noronha, detalhou o plano estratégico para os anos de 2024-28 com iniciativas focadas em melhorar a rentabilidade da empresa.

Além de Bradesco, Klabin (KLBN11), que subiu 0,65% na bolsa, divulgou seus resultados trimestrais. A companhia de papel e celulose viu seu lucro totalizar R$ 370 milhões nos últimos três meses de 2023.

Vale (VALE3) engatou dia de recuperação, tendo avançado 0,33%. Petrobras (PETR4), com a ajuda do petróleo, subiu de novo e chegou ao valor de mercado de R$ 552,8 bilhões.

Destaque de alta, a Petz (PETZ3) disparou 10,13%.

*Dados preliminares a serem atualizados.



Source link