Grande nome da Bolsa de Nova York se junta a projeto de dados na Solana – Money Times


GTS planeja migrar seus dados de mercado para Pyth por meio de um nó que funcionará de modo independente, “ampliando a visão da Pyth em ter, em primeira mão, preços em tempo real disponíveis em blockchains de alto desempenho” (Imagem: Unsplash/Aditya Vyas)

Uma das maiores empresas listadas na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE, na sigla em inglês) anunciou, na semana passada, que está adentrando o setor das finanças descentralizadas (DeFi) ao se juntar ao projeto de dados de mercado na rede Solana

GTS – conhecida por facilitar grandes ofertas públicas de investimentos (IPOs) na NYSE – se juntou à Pyth Network, projeto de dados liderado pela Jump Trading, companhia de negociação em alta velocidade.

Anunciado em abril pela Jump, Pyth é, essencialmente, uma plataforma que agrega dados do mercado de Wall Street com o blockchain Solana.

O CEO da corretora cripto FTX, Sam Bankman-Fried, também está envolvido no projeto – FTX desenvolveu sua corretora descentralizada Serum no blockchain Solana. 

Ethereum: a segunda maior moeda do mercado de criptoativos

Dados de mercado são vitais para negociadores, mas têm sido uma questão controversa em Wall Street. Historicamente, empresas de negociação têm criticado grandes instituições de negociação – como NYSE e Nasdaq – por aumentarem, injustamente, o custo de dados de mercado.

De certo modo, Pyth funciona como uma transmissão descentralizada de dados do mercado que podem ser acessados por meio da Solana. 

Segundo um comunicado à imprensa, GTS planeja migrar seus dados de mercado para Pyth por meio de um nó que funcionará de modo independente, “ampliando a visão da Pyth em ter, em primeira mão, preços em tempo real disponíveis em blockchains de alto desempenho”. 

“O conteúdo de dados de mercado em tempo real em diversas classes de ativos será um grande passo em direção ao desenvolvimento de aplicações de finanças descentralizadas”, disse Ari Rubenstein, cofundador e CEO da GTS, em um comunicado.

“Para que aplicações DeFi amadureçam, é necessário que haja uma sofisticação integrada de precificação de ativos, na qual a GTS é referência. Nossa participação na Pyth Network nos apresenta uma solução que preenche uma antiga lacuna na distribuição em tempo real de dados financeiros a blockchain públicos.”

Há rumores de que a empresa por trás do Solana visa arrecadar até US$ 450 milhões



Source link

Comments (No)

Leave a Reply