Gigante do varejo Walmart busca líder para estratégia de moeda digital



A rede de varejo Walmart, uma das maiores do mundo, está em busca de um líder de produto com experiência em criptomoedas, blockchain e com histórico de liderança e expansão de negócios para trabalhar na unidade de Bentonville, cidade no estado de Arkansas (EUA). De acordo com a página de carreiras da varejista, o novo colaborador irá conduzir a estratégia de moeda digital da instituição.

Para se candidatar à vaga, o interessado deve possuir diploma de bacharel e possuir pelo menos 10 anos de experiência em gerenciamento de produto relacionado a tecnologia e conhecimento em criptomoedas e tecnologias relacionadas; Possuir MBA será um diferencial, assim como mestrado ou superior em Negócios.

Salvo essas condições, o Walmart afirma que a qualificação mínima para concorrer à vaga o interessado deve ser bacharel em Negócios, engenheiro ou áreas afins e pelo menos 7 anos de experiência em fusões e aquisições, banco de investimentos, desenvolvimento de negócios ou áreas afins.

Conforme descreve a página, o Walmart diz que o líder deverá traçar o roadmap de produtos e seus roteiros de recursos, além de identificar tendências de tecnologia, bem como potenciais clientes, e os investimentos necessários para desenvolver essas tendências.

O salário e a jornada de trabalho não foram divulgados pela equipe de Recursos Humanos do Walmart.

Líder de moeda digital na Amazon

No mês passado, a gigante do comércio eletrônico, Amazon, também publicou uma vaga para líder de produto com experiência em moeda digital e tecnologia blockchain, para Seattle, Washington (EUA).

Na ocasião, a empresa disse que o colaborador iria atuar no setor de pagamentos e experiência do cliente, e que teria como função desenvolver um novo produto, traçar seu roadmap e liderar uma estratégia de lançamento.

Em maio deste ano, outra gigante, Apple, anunciou uma vaga para especialista em criptomoedas para liderar seu programa de parceria de pagamentos alternativos. No entanto, em seguida, a oferta de trabalho foi retirada do ar, mas pode ser vista no Web Archive.

Na ocasião da publicação, o cargo foi anunciado para ‘Gerente de Desenvolvimento de Negócios — Pagamentos Alternativos’, a ser ocupado no setor de marketing da unidade da Apple no Vale de Santa Clara, nos Estados Unidos.

Os primeiros sinais de que a empresa se envolveria com blockchain, contudo, ocorreram há mais de dois anos, quando em fevereiro de 2019 um documento intitulado ‘Resumo do Compromisso da Apple com o Fornecimento Responsável’ foi enviado à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

Nele, Apple ressaltou sua participação na elaboração de uma ação da Responsible Business Alliance’s’ (RBA), que, por sua vez, é uma fundação que visa a mineração responsável, no entanto, da atividade real, ou seja, de minérios.



Source link

Comments (No)

Leave a Reply