enviar dinheiro usando banco, 25 dias… com Bitcoin 2 segundos


Esta não é uma daquelas histórias de um amigo meu que falou para mim que a irmã da tia do avô do vizinho fez isso e aquilo. Aconteceu comigo e a primeira parte dela eu compartilhei em um dos grupos do Cointrademonitor no WhatsApp.

Alguns sabem, outros não, mas eu tenho uma filha com uma alteração genética no gene MEF2C, que lhe causa, entre outras coisas, atraso de desenvolvimento e epilepsia de difícil controle. Além disso, ao longo de sua vidinha (ela tem 5 anos hoje) ela passou por uma internação mal sucedida e desenvolveu paralisia cerebral.

Bom, resumindo, fizemos uma vaquinha para um tratamento com ela na Rússia. A comunidade cripto brasileira abraçou a causa, conseguimos arrecadar o valor e dar start no tratamento na Rússia (eu escrevo este texto agora de Samara, -7 graus, onde fica a clínica aqui na terra do Putim).

Porém, assim que ‘fechamos’ o tratamento era preciso fazer o primeiro pagamento (que foi dividido em dois para coincidir com as duas infusões de células tronco). Este primeiro pagamento precisava ser feito antes do nosso primeiro embarque para a Rússia (que foi em julho deste ano).

Usando o Banco do Brasil

A clínica em Samara não aceita pagamentos em criptomoedas. O pagamento deveria ser feito em cartão ou via swift. Como o dinheiro já estava na conta bancária resolvemos fazer o pagamento via swift. E foi aí que a coisa deu nó, como diria minha mãe.

Abri o app do Banco do Brasil, fui em `Câmbio’ e em “Enviar ordem para o exterior”, tava indo tudo bem, até que não encontrei, entre os países, a Rússia. Liguei na minha agência e o gerente disse, exatamente assim: “Eita, sabia disso não. Você vai ter que ir na central então”.

O “ir na central” significava ir na agência central da região de Jundiaí (onde eu moro) pois só lá essa ordem poderia ser feita.

Fui

Cheguei lá, esperei 2 horas até ser atendido e, então, cheguei na mesa e expliquei que precisava fazer uma remessa para a Rússia. Pois a atendente perguntou o porquê e o valor. Expliquei que eram 12 mil euros a serem enviados e que era um pagamento para uma clínica na Rússia.

“E você trabalha com o que para precisar enviar tudo isso de dinheiro?”

Respondo: Com Bitcoin, sou jornalista de criptomoedas.

Silêncio…. cara de espanto e uma ligação para não sei onde…. seguida de uma saída da mesa para voltar 40 minutos depois.

A moça me deu um papel para preencher e disse que ia precisar dos meus documentos (que já estão no BB porque eu tenho conta la….), de uma carta da clínica, de uma ordem de pagamento da clínica, do meu imposto de renda e de mais documentos para provar de onde eu, que nunca tinha tido tanto dinheiro na conta, agora tinha tudo aquilo ali e ainda ia mandar para a Rússia…..

Expliquei que havia sido feito uma campanha de doação para minha menina e, bom ai eu fiz merda kkkkk, falei que as doações tinham sido feitas em criptomoedas e que eu havia convertido em dinheiro para poder fazer o pagamento….

Mais silêncio e 40 minutos de ausência.

Então a moça voltou e disse que não ia fazer nada. Que precisava de autorização da central, da central, da central em Brasília e que era pra deixar o papel preenchido com os documentos e voltar 3 dias depois.

Igual um cordeirinho eu fiz o que ela mandou e voltei 3 dias depois.

Mais 2 horas de espera para ser atendido e então o veredicto:

“A central da central, da central, da central, não respondeu ainda, mas eu conversei com meu gerente e ficamos sensibilizados com o seu problema. Você assina esse papel aqui, que é a ordem de pagamento, e assim que a Central liberar a gente faz aqui como se fosse você”.

Tipo era eu dando a minha chave privada para eles, mas ou era assim ou não ia ter pagamento, logo não ia ter tratamento e, para quem perdeu 5 BTC na Atlas, já tava me acostumando a tomar golpe.

Fui para a Rússia sem a clínica ter recebido o pagamento (já tinham se passado 15 dias desde minha primeira ida ao Banco do Brasil). Aceitaram fazer os procedimentos preparatórios mas, a infusão de células tronco mesmo só seria feita com o pagamento que acabou ocorrendo 2 dias antes da data marcada para a infusão e 25 dias depois da primeira vez que fui no BB.

Ah… um detalhe em tudo isso ai, os códigos dos bancos da Rússia não batem com nada dos códigos Swift (sei lá porque) e tem um tal de IBAN que os bancos da Rússia nem sabem o que é.

Usando Bitcoin

Fizemos a primeira parte do tratamento, voltamos ao Brasil, e tudo deu certo.

Agora, em novembro, precisamos voltar para a Rússia para fazer a segunda parte e, novamente, teria que pagar por isso, só que no caso seriam 10 mil euros e eu, nem de longe, queria usar o banco novamente.

Mas tudo continuava como antes: a clínica não aceitava Bitcoin (BTC), nem criptomoedas e, eu teria que ir para o BB novamente. Até que lembrei que eu poderia pagar usando Bitcoin via cartão de crédito usando minha conta na Z.Ro (não é jaba, mas se eles quiserem mandar uns satoshis pra nóis a gente agradece : – ) ).

Além da Z.Ro outras empresas no Brasil tem este tipo de cartão, como a Uzzo, Alter, ZeCore Finance (ZeFI), Bitfy e a Crypto.com agora também tem um cartão Visa para os brasileiros.

Entrei em contato com o suporte e expliquei a situação pedindo para aumentar o limite de pagamentos.

Feito.

Vim para a Rússia, um pouco preocupado, confesso, pois se não desse certo eu ia perder tudo, a viagem, o tratamento e todo o dinheiro gasto até agora.

Fui na clínica nesta segunda, 15, para fazer o pagamento e iniciar a segunda fase do tratamento na quarta-feira, 17 e… em menos de 2 segundos, a quantia correspondente em Bitcoin que estava na conta virou Rublos que pagaram a clínica. Sem documentos, sem falar com a central, sem esperar 25 dias, sem dor de cabeça (e ainda ganhei um cashback que vai virar uma sopinha de shimeji que a Jojo adorou comer aqui).

Ah, ainda ‘ganhamos’ um comprovante da maquininha que é muito melhor que os 12 papéis que tive que assinar para fazer o swift e os outros 5 que tive que pegar aqui de comprovante no caso da transferência bancária.

 

Sempre quis escrever isso:  A moral da história é – “Agora é com você: faça a sua escolha”.

LEIA MAIS



Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply