Empresa de empréstimos de criptomoedas Celsius Network arrecada US $ 400 milhões

A plataforma de empréstimos de criptomoedas Celsius Network levantou US$ 400 milhões em uma nova rodada de financiamento de ações, apesar dos reguladores dos Estados Unidos que reprimem cada vez mais os empréstimos em criptomoedas. 

Ao anunciar a notícia na terça-feira, Celsius observou que o financiamento mais recente foi liderado pelo segundo maior fundo de pensão do Canadá, Caisse de dépôt et placement du Québec (CDPQ), e WestCap, uma empresa de ações fundada pelo ex-executivo do Airbnb Laurence Tosi.

Rede Celsius arrecada US$ 400 milhões. @FT

“A rodada de financiamento foi liderada pelo WestCap … e Caisse de dépôt et placement du Québec (CDPQ).” Mais: https://t.co/L5wpMxCvcR

– Celsius (@CelsiusNetwork) 12 de outubro de 2021

A empresa pretende usar os recursos desse investimento para continuar expandindo sua oferta e produtos, com foco em produtos de grau institucional. A Celsius também espera dobrar sua equipe de 486 funcionários para quase 1.000 e expandir globalmente por meio de aquisições estratégicas.

O CEO da Celsius, Alex Mashinsky, expressou esperança de que a nova arrecadação de fundos ajudasse a indústria a tranquilizar os reguladores sobre a estabilidade de seu negócio de criptomoeda e expandi-lo nos principais mercados financeiros. “Não são apenas US$ 400 milhões. É também a credibilidade que vem com as pessoas que assinaram esses cheques ”, disse ele em uma entrevista ao Financial Times na terça-feira.

“Com mais de US$ 25 bilhões em ativos e mais de US$ 850 milhões em rendimento pago a mais de 1,1 milhão de usuários, a Celsius distribuiu 10 vezes mais rendimento para a comunidade de criptomoedas do que qualquer outro credor”, disse Mashinsky à Cointelegraph.

A nova rodada de financiamento avalia a Celsius em mais de US$ 3 bilhões, marcando um aumento maciço de uma rodada de financiamento de capital de US$ 10 milhões no ano passado, que elevou a avaliação pós-financiamento da Celsius para US$ 150 milhões. O fundo Blockchain, Alpha Sigma Capital, fez a valoração da Celsius em março, calculando que a empresa tinha um valor implícito de US$ 3,13 bilhões, ou três vezes maior do que sua capitalização de mercado na época.

Fundada em 2017 em Londres, a Celsius Network é uma plataforma relevante de criptomoedas, permitindo que os usuários ganhem juros na posse de ativos digitais como Bitcoin (BTC). A empresa emergiu como uma das maiores empresas em finanças descentralizadas, relatando ativos digitais de mais de US$ 20 bilhões no final de agosto.

Operando inicialmente no Reino Unido, a Celsius anunciou oficialmente em junho que a empresa mudará sua sede do Reino Unido para os Estados Unidos e “quando aplicável, para várias outras jurisdições”.

A firma de criptomoeda enfrentou vários avisos seguidos de diversos reguladores dos EUA, com o Texas State Securities Board e o New Jersey Bureau of Securities argumentando em setembro que a Celcius teria supostamente violado as leis de valores mobiliários locais. Outros estados dos EUA, incluindo Kentucky e Alabama, também emitiram avisos semelhantes, enquanto a Celsius disse que estava prestando serviços em total conformidade com as leis dos EUA.

Os problemas da Celsius com os reguladores dos EUA ocorrem em meio a uma repressão mais ampla aos empréstimos em criptomoedas no país. Em julho, o New Jersey Bureau of Securities emitiu uma ordem de cessar e desistir (C & D – cease and desist, um pedido para encerrar a a atividade) ao principal credor de criptomoedas BlockFi, desencadeando uma onda de ordens semelhantes em vários outros estados. A Coinbase, a maior bolsa de criptomoedas dos Estados Unidos, teve de abandonar seu produto de empréstimo Crypto Lend depois que a Securities and Exchange Commission ameaçou a empresa com uma ação judicial.

LEIA MAIS:

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!





Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply