Deputado federal brasileiro: Em breve poderá comprar o McDonald’s usando Bitcoin


Seguindo a liderança de El Salvador, o Brasil próximo pode em breve estar usando Bitcoin como moeda. Isso é de acordo com Deputado Federal Aureo Ribeiro, que disse que os brasileiros poderão comprar casas, carros e McDonald’s com a maior criptomoeda do mundo.

Isso é possível graças à passagem de Projeto de Lei 2.303/15 da última quarta-feira, que busca fornecer um marco legal para moedas virtuais. Mas, o Projeto de Lei enfrenta um obstáculo final na aprovação no plenário da Câmara dos Deputados (Cámara dos Diputados) nos próximos dias.

O Câmara dos Deputados é considerada a câmara baixa do Congresso Nacional do Brasil, e tem 513 deputados eleitos a cada quatro anos. O plenário é o principal órgão da Câmara, onde os deputados se reúnem para discutir e votar propostas.

Ribeiro disse que o Brasil precisa disso para formalizar o uso da criptomoeda e atrair investimentoestrangeiro. O resultado verá o Bitcoin sendo usado em transações do dia-a-dia.

Queremos separar o trigo do joio, criar regulamentos para que você possa negociar, saber onde você está comprando, saber com quem você está lidando, e ter esse ativo para comprar uma casa, um carro, ir ao McDonald’s comprar um hambúrguer, vai ser uma moeda no país como acontece em outros países.”

Segundo Ribeiro, a proposta tem forte apoio na Câmara dos Deputados, e vê poucos obstáculos para impedir sua aprovação.

Forte apoio ao Bitcoin no Brasil

Uma pesquisa recente realizada por Sherlock Comunicações encontrou quase metade dos entrevistados acreditam que o Bitcoin deve ser legal.

O estudo questionou 2,700 mais de 18 de sete países latino-americanos: Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Venezuela e México.

Constatou-se que 48% dos brasileiros acham que seu país deve adotar o Bitcoin, com 31% concordando e 17% concordando fortemente com essa afirmação.

“Os brasileiros foram os maiores defensores do reconhecimento do bitcoin na região, com 56% apoiando a abordagem de El Salvador e 48% dizendo que querem que o Brasil adote também.”

Pesquisadores descobriram que 55% dos brasileiros investem em Bitcoin para diversificar. Em comparação, 39% disseram que o fazem para proteger contra a inflação e a instabilidade econômica.

Agitação civil no Brasil

Desde fevereiro, o Brasil taxa de inflação houve aumentos consecutivos mês a mês, com o último número de agosto apenas tímido de dois dígitos em 9,68%.

A inflação em espiral é responsável pelo sentimento pró-Bitcoin do Brasil?
Fonte: tradingeconomics.com

Em resposta, o banco central elevou as taxas de juros cinco vezes este ano, com alguns analistas pedindo taxas ainda mais altas com base na crença de que as medidas atuais não são suficientes para enfrentar os preços em espiral.

No último fim de semana viu dezenas de milhares de manifestantes pedindo Presidente Jair Bolsonaro Impeachment. Eles culparam o presidente Bolsonaro pelo aumento do desemprego e pela propagação da fome entre a população.

Com a construção da agitação civil, O Projeto de Lei 2.303/15, embora altamente irregular no grande esquema das coisas, pode ver a implementação das costas dos políticos que lutam para salvar suas carreiras políticas.

Anúncio: Margem de até 20x na FTX.



Fonte: CRYPTOSLATE.COM

Comments (No)

Leave a Reply