Correção do preço do BTC? Bitcoin mantém os US$ 55 mil, apesar de vários indicadores de baixa


Analistas experientes e alguns veículos de mídia, incluindo o Cointelegraph, destacaram recentemente alguns indicadores que sugerem que a recente alta de preço do Bitcoin (BTC) pode estar se estendendo demais.

Essas visões pessimistas incluem uma do criador das Bandas de Bollinger, John Bollinger, sugerindo que os traders usem um trailing stop, já que os sinais de um “topo” estavam se acumulando.

No entanto, é importante notar que as Bandas de Bollinger e o Índice de Medo e Ganância são métricas retrospectivas. Portanto, geralmente irão denunciar níveis de sobrecompra sempre que houver uma alta semanal de 30%, como a mais recente.

Como o cripto analista TechDev_52 corretamente pontuou, não há como saber se estamos entrando em uma grande correção ou na continuação de um rali.

Agora você sabe por que eles chamam de “armadilha” para ursos. É muito convincente.

Como você conhece a “armadilha” do “pico”? Um é arredondado e o outro pontudo.

O que isso parece para você? $BTC

Por exemplo, o popular YouTuber e trader Nebraskangooner, mostra que o recente topo de US$ 56.000 poderia ter sido a faixa superior de um canal de alta que tem guiado o Bitcoin desde o final de julho.

O OBV (Saldo de Volume) está se animando, mas ainda não estourou ainda.

Chegando ao topo do canal.

Adoraria ver a consolidação de alta na faixa mais alta, levando a um rompimento de OBV com rompimento de preços para uma mega continuação de alta

A “ganância” pode durar semanas ou meses

Voltando ao Índice de Medo e Ganância, seguem abaixo alguns exemplos de que tal métrica pode sustentar níveis de sobrecompra por mais de três ou quatro semanas.

Índice de Medo e Ganância do (acima) e o preço do Bitcoin na Bitstamp (abaixo). Fonte: btctools.io, TradingView

Observe como entre 29 de janeiro e 26 de fevereiro, o Índice de Medo e Ganância permaneceu acima de 65, indicando que os traders estavam confiantes demais.

A métrica usa o volume de negociação, contratos futuros em aberto, dados de redes sociais e de pesquisas on-line para calcular o quanto o mercado está aquecido.

Assim, demorou quatro semanas até que uma correção significativa no preço do Bitcoin ocorresse depois que o sinal de alerta apareceu. Quem vendeu nos primeiros dias após o alerta do indicador perdeu a alta de 70% que se seguiu.

Um padrão semelhante aconteceu entre 23 de julho e 25 de agosto, enquanto o preço do Bitcoin continuava a subir. Sim, uma correção sempre virá em algum momento, mas quantas semanas ou meses depois?

Bandas de Bollinger, um bom indicador de curto prazo

John Bollinger é um trader experiente e respeitado, mas seu indicador é a média móvel mais algum desvio com base na volatilidade atual. Em suma, um movimento semanal de 30% estará fora dessa faixa na maioria das vezes, considerando a volatilidade diária usual de 4,5% do Bitcoin.

Preço do Bitcoin na Coinbase dentro das Bandas de Bollinger de 20 dias. Fonte: TradingView

Sem dúvida, uma pequena correção tende a ocorrer quando o Bitcoin rompe a banda superior de Bollinger, mas isso tem correlação absolutamente zero com o preço cerca de duas a quatro semanas à frente.

A taxa de financiamento tem se mantido neutra

Por fim, deve-se analisar a taxa de financiamento, uma taxa cobrada pelas exchanges de derivativos para equilibrar o risco entre posições compradas e vendidas conforme a alavancagem varia. Com certeza, quando ocorre uma onda de compras, o indicador sobe.

Taxa de contratos futuros perpétuos de 8 horas do Bitcoin. Fonte: Bybt.com

A taxa média atual de 0,04% por 8 horas, ou 0,8% por semana, não é nada fora do comum. Em dezembro de 2020, por exemplo, ficou acima de 1,5% por semana durante um mês inteiro, e novamente em fevereiro de 2021.

Semelhante ao Índice de Medo e Ganância, esta métrica mostra que os compradores estão ficando muito confiantes, pois ultrapassa 0,10% a cada 8 horas, mas esse não é necessariamente um nível alarmante.

Enquanto os compradores estiverem confiantes de que a alta continuará, pagar uma taxa semanal de 1,5% ou mesmo 3% não os forçará a fechar a alavancagem de posições compradas. Por exemplo, se uma escassez de oferta de Bitcoin nas exchanges foi a responsável pela recente alta até US$ 56.000 conforme os detentores seguiam acumulando BTCs, pode haver espaço para chegar a US$ 80.000 ou mais.

No entanto, um crash pode ser esperado se alguns eventos negativos ocorrerem em um futuro próximo, como pedidos de fundos negociados em bolsa (ETFs) sendo negados ou alguma proibição draconiana às stablecoins nos EUA. Nesse caso, o Bitcoin não quebrará o recorde histórico e essas métricas retrospectivas finalmente “funcionarão”.

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as visões da Cointelegraph. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco. Você deve conduzir sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

LEIA MAIS

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!





Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply