CEO da Pantera Capital indica dia exato para vender Bitcoin, veja qual


Ao contrário da maioria de investidores de bitcoin que acreditam que um fundo negociado em bolsa (ETF) enviará o valor do ativo para a lua, o CEO da Pantera Capital explica que pode ser um evento negativo e quando for lançado oficialmente, ele disse que “pode querer tirar algumas fichas da mesa.”

Em 6 de outubro, a Pantera Capital publicou uma nota para o investidor escrita por Dan Morehead, o CEO da empresa. Nela, o empresário com mais de 25 anos de experiência em gestão de fundos mostra pessimismo com o preço do bitcoin no dia da aprovação de um ETF nos EUA.

Preço do Bitcoin é reforçado pela especulação

A cotação do BTC está subindo muito mais do que no mês passado, já que o ativo atingiu uma alta na manhã de segunda-feira chegando a US$ 57.000 por unidade.

Recentemente, o Cointimes relatou sobre a possibilidade de um ETF de Bitcoin ser aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) até o final do mês. Eric Balchunas, analista da Bloomberg ETF, se mostrou otimista com uma nova alternativa para os investidores americanos comprarem bitcoin.

Na última quarta-feira, Dan Morehead e sua empresa Pantera Capital publicaram um texto chamado “A Próxima Era de Preço.” A carta do investidor discute uma série de assuntos como uma “atualização pós-halving”, “ciclos de preços” e inclui uma seção específica que discute um ETF de bitcoin sendo aprovado chamado “compre o boato, venda o fato”.

Morehead enfatiza que a linha de pensamento de comprar o boato e vender o fato está “definitivamente funcionando em nosso mercado”.

Topos do Bitcoin
Últimos picos consideráveis de preço do Bitcoin: lançamento de contratos futuros na bolsa CME (17 de dezembro de 2017), listagem direta da Coinbase na bolsa de valores (14 de abril de 2021). Será o próximo uma aprovação de ETF nos EUA? Imagem: Pantera Capital.

“Durante todo o ano de 2017, os mercados estavam subindo com o mantra ‘Quando o CME listar futuros de bitcoin, nós vamos para a lua!!!’”, escreveu Morehead. “O mercado subiu 2.440% até o próprio dia da listagem de futuros. Esse foi o topo. Um desses -83% dos mercados baixistas começou naquele dia”, disse o executivo da Pantera, que adicionou:

“Recentemente, repetimos esse ciclo. Toda a indústria se regozijou com a futura listagem direta da Coinbase. O mercado de bitcoin estava em alta de 822% no dia da cotação. Bitcoin atingiu o pico de US$ 64.863 naquele dia e um mercado baixista de -53% começou. Alguém poderia me lembrar um dia antes do lançamento oficial do bitcoin ETF? Posso querer tirar algumas fichas da mesa.

Canadá e Brasil já possuem ETF de Bitcoin, SEC aprova Volt Crypto ETF

Ao longo dos anos, há muitas discussões sobre se um fundo negociado em bolsa amarrado ao bitcoin (BTC) seria benéfico para o preço. Em 2017, Tariq Dennison, em um artigo de opinião publicado na Seeking Alpha, disse que um “ETF de criptomoeda desviaria a atenção para a especulação de preços e maior volatilidade, em vez de aplicações produtivas da tecnologia blockchain”.

O evangelista do Bitcoin Andreas Antonopoulos até publicou um vídeo no Youtube chamado: “Bitcoin Q&A: Why I am against ETFs” em 14 de agosto de 2018. Antonopoulos argumenta que ETFs são ruins para o ecossistema por conta da centralização da custódia.

Especuladores acreditam que um ETF com base nos EUA permitiria que investidores do país investissem e o fundo se tornaria uma relevante força compradora, tornando a moeda ainda mais escassa.

Por outro lado, alguns acreditam que o preço de mercado do bitcoin pode ser manipulado se um ETF for aprovado. Muitos investidores creem que os ETFs de ouro e prata não foram úteis para os mercados de metais preciosos e, na verdade, suprimiram o preço do ouro e da prata.

Embora a SEC dos EUA ainda não tenha aprovado um ETF de bitcoin, em março passado, três ETFs norte-americanos de bitcoin foram aprovados pelos reguladores de valores mobiliários do Canadá. Além disso, o Brasil também foi pioneiro nesse sentido e deu sinal verde para ETFs de bitcoin e criptomoedas.

Recentemente, a SEC aprovou o Volt Crypto Industry Revolution e o Tech ETF, que não mantêm criptomoedas, mas rastreia empresas que investem no setor. O ETF está listado na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) sob o código de mercado “BTCR”.

Os especuladores presumem que o primeiro bitcoin ETF será vinculado aos mercados futuros de bitcoin oferecidos pela maior bolsa de derivativos financeiros do mundo, CME Group.

Veja também:

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br





Fonte: cointimes.com.br

Comments (No)

Leave a Reply