CEO da Binance diz estar decepcionado sobre como Terra lidou com o colapso de UST e LUNA – Money Times


CEO da Binance
No Twitter, o CEO da Binance também explicou por que a corretora suspendeu as negociações de LUNA. (Imagem: Binance/Blog)

O CEO da corretora de criptomoedas Binance, Changpeng Zhao, fez comentários no Twitter sobre o colapso da stablecoin TerraUSD (UST) e o token LUNA, nesta sexta-feira (13).

“Estou muito decepcionado com como esse incidente de UST/LUNA foi tratado (ou não tratado) pela equipe de Terra. Pedimos à equipe para reiniciar a rede, queimar LUNAs emitidos em excesso e recuperar o lastro de UST. Até agora, não tivemos nenhuma resposta positiva, sequer tivemos muitas respostas”, disse ele no Twitter.

Rede Terra anuncia medidas de emergência
para salvar LUNA e stablecoin UST

Binance suspende negociação de LUNA

Zhao também explicou por que a Binance decidiu congelar a negociação de ambos os tokens.

Na última terça-feira (10), a Binance comunicou a suspensão dos saques de LUNA e UST, no momento em que o primeiro havia caído 50%.

Nesse dia, Binance anunciou as suspensões temporárias em uma publicação em blog, culpando “um alto volume de saques pendentes” causados pela congestão na rede.

Ontem (12), a Binance também anunciou que não irá mais negociar contratos futuros de LUNA com USDT.

“Alguns de nossos usuários, não cientes da grande quantidade de novos LUNAs emitidos fora da corretora, começaram a comprar LUNA novamente, sem entender que, assim que os depósitos forem permitidos, o preço poderá cair ainda mais. Devido a esses riscos significativos, nós suspendemos as negociações”, acrescentou o CEO da Binance.

Os tokens entraram em colapso, quando UST perdeu seu lastro em dólar, colocando uma pressão enorme em LUNA para manter seu preço.

Devido ao modo como os dois tokens foram criados para interagir, isso levou a um aumento drástico no fornecimento de LUNA e a uma consequente queda no preço, que foi praticamente absoluta.

O fornecimento de LUNA passou de 340 milhões para 6,5 trilhões em poucos dias. Ao mesmo tempo, o preço do token saiu da casa dos US$ 60 para fração de um centavo.

Receba as newsletters do Money Times!

Cadastre-se nas nossas newsletters e esteja sempre bem informado com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receba as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!

Disclaimer

O Money Times publica matérias informativas, de caráter jornalístico. Essa publicação não constitui uma recomendação de investimento.



Source link