BTG é o favorito do Itaú BBA no setor financeiro; analistas elevam o preço-alvo – Money Times


BTG Pactual
Os analistas elevaram as estimativas de lucro do BTG para 2021 e 2022, respectivamente, em 11% e 10% (Imagem: Money Times/Diana Cheng)

O Itaú BBA elevou o preço-alvo do BTG Pactual (BPAC11) de R$ 37,50 para R$ 40 ao fim de 2022, os analistas também reiteraram que a ação é uma das favoritas do setor financeiro. A informação foi divulgada em relatório enviado aos clientes e obtido pelo Money Times nesta última quinta-feira (12).

“Os papéis são negociados atualmente a 16x o Preço/Lucro para o fim de 2022 – múltiplo atrativo considerando o ritmo de crescimento do banco (+20% aa), que tem sido superior aos pares, além de seu elevado retorno sobre o patrimônio líquido (ROE), de 18%”, afirmaram Pedro Leduc e Mateus Raffaelli  ao assinarem o documento do Itaú BBA.

Os especialistas do setor financeiro elevaram as estimativas de lucro do BTG para 2021 e 2022, respectivamente, em 11% e 10%. “Projetamos agora um lucro total de R$ 5,8 bilhões neste ano e de R$ 7,4 bilhões para o ano que vem”, disseram.

Para Leduc e Raffaelli, a divisão de gestão de fortunas vem crescendo de forma rentável, mantendo retornos altos de R$ 379 bilhões, tendo como reflexo a estratégia assertiva em transações com agentes autônomo.

Essa crescimento fez o banco aumentar as expectativas de receita em 7% e 12% para 2021 e 2022, respectivamente, para a gestão de fortunas.

BTG Pactual
Essa crescimento fez os analistas aumentarem as expectativas de receita em 7% e 12% para 2021 e 2022 (Imagem: Reprodução/ Site do BTG Pactual)

O Itaú BBA também elevou as projeções para o segmento de banco de investimentos. “Tínhamos, anteriormente, uma perspectiva mais conservadora para o segundo semestre deste ano, mas o mercado de capitais segue em bom ritmo, com IPOs, fusões e aquisições, e emissões de dívida”, comentaram Leduc e Raffaelli.

Os especialistas do setor financeiro também destacaram que a corretora mudou de patamar com o aumento de atividade de clientes para R$ 1,2 bilhão no segundo trimestre, vindo de R$ 800 milhões no primeiro trimestre do ano.

“Ademais, o BTG vem consolidando sua posição e extraindo bons lucros em um mercado que cresce com o aumento da penetração de produtos e serviços financeiros na população brasileira – tendência que deve continuar por muitos anos, na nossa opinião”, concluíram os analistas.

Por fim, a instituição financeira classificou o BTG como Outperform.

Gostou desta notícia? Baixe o nosso app para ler, em apenas um clique, esta e mais de 150 matérias diárias.



Source link

Comments (No)

Leave a Reply