BTC rendeu 27 vezes mais que fundo de ações

A investidora e maximalista do Bitcoin (BTC) Barbara Roth (@rothbarbara_) relatou, na quinta-feira, em um tópico no Twitter intitulado “mEstado Financeiro VS Bitcoin”, os detalhes de uma aposta feita com Luiz Fernando Alves Jr., gestor do fundo de ações VERSA LONG BIASED FIM. 

Sua intenção ao desafiá-lo era provar ao crítico do Bitcoin e adepto dos instrumentos financeiros tradicionais que, ao longo do tempo, a criptomoeda seria uma opção de investimento mais rentável do que o fundo de ações gerido por Alves Jr..

O resultado fala por si só. Nos últimos 365 dias, a cotação do Bitcoin em reais registrou uma valorização de 297% contra 11% do VERSA LONG BIASED FIM, de acordo com a postagem de Roth.

Vale registrar, no entanto, que de acordo com dados de hoje do portal InfoMoney, o fundo gerido por Alves Jr. registra um retorno positivo de 20,54% nos últimos 12 meses. Não muda muita coisa nos termos gerais da comparação, ainda mais porque segundo dados do CoinMarketCap, o retorno do Bitcoin em dólares norteamericanos no mesmo período foi de 313%.

Agora, voltemos ao princípio dessa história, de acordo com o relato de Roth.

Tudo começou em setembro do ano passado, quando a bitcoiner desafiou o gestor afirmando que o Bitcoin seria um investimento melhor que o fundo gerido por Alves Jr, e propôs uma uma aposta no valor de R$ 5.000 a ser pago ao vencedor.

Ela sugeriu também que eles tomassem por base a cotação do Bitcoin em reais, e não em dólares. Alves Jr. fez algumas ponderações sobre possíveis efeitos da variação cambial sobre o resultado da aposta, mas acabou aceitando, conforme imagem postada por Roth em que ele diz:

“Meu fundo é em reais, o Bitcoin é em dólares, se fizermos os dois em reais você vai estar exposta à variação cambial usd/brl e eventualmente pode perder a aposta com o Bitcoin subindo mais do que o fundo só porque o real apreciou. So que nessa você deu mole porque eu tenho bastante convicção que o real não vai ficar muito tempo nesses R$ 5,67, então eu aceito as condições do Bitcoin versão em reais.”

Na continuação da mensagem de Alves Jr. ficam estabelecidos os valores envolvidos na aposta: a cotação do Bitcoin na época (R$ 59.882), e o valor equivalente em cotas do fundo: 12,838. Porém, a proposta do prêmio em dinheiro foi rechaçada por Alves Jr sob a justificativa de que se tratava de “muita grana” e ele não tinha como avaliar o “risco de crédito” da rival.

Nessas bases, apenas por uma questão de honra, o desafio foi selado em 1º de outubro de 2020. Tudo corria bem e de forma civilizada enquanto ambos os investimentos apresentavam variações positivas mais ou menos semelhantes, disse Roth no Twitter.

A partir do fim de novembro, no entanto, o Bitcoin começou a acumular recordes históricos de preço até chegar a US$ 64.800 em 14 de abril. Um pouco antes disso, em março, o rali de alta do Bitcoin coincidira com o período de pior desempenho do VERSA LONG BIASED FIM.

Enquanto a criptomoeda acumulava valorização em torno de 535%, o fundo de ações registrava uma variação negativa de 50% – embora de acordo com o InfoMoney a desvalorização mais acentuada do fundo tenha sido de -33,46%. Nesse momento, diz Roth, ele a teria bloqueado, interrompendo o diálogo.

Fazendo um balanço dos resultados de ambos os investimentos ao longo de um ano, Roth apresenta uma comparação das rentabilidades baseada em um investimento inicial de R$ 10.000.

A entusiasta do Bitcoin lembrou ainda da incidência dos impostos sobre o lucro realizado para concluir que, a partir de um investimento inicial de R$ 10.000 há um ano atrás, quem tivesse optado pelo Bitcoin embolsaria R$ 29.500 de lucro. Já aqueles que tivessem aplicado a mesma quantia no VERSA LONG BIASED FIM, ganhariam apenas R$ 965,00, já descontados os impostos incidentes.

Em uma das últimas postagens do tópico, Roth faz um desagravo a Alves Jr., dizendo que considera o gestor “um dos melhores guris do mEstado financeiro bananense pois a maioria dos gestores brasileiro não bate nem o CDI em prazos mais longos”.

Ao final, em tom de ironia, ela se despede pedindo que Alves Jr. pague a ela R$ 5.000 em satoshis, conforme ela propôs ao lançar-lhe o desafio.

Em novembro de 2020, o Cointelegraph Brasil publicou um texto relatando uma série de tweets de Luiz Fernando Alves Jr. com críticas ao Bitcoin. Na ocasião, Bárbara Roth foi uma das vozes que saiu em defesa da criptomoeda.

LEIA MAIS

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!





Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply