Britcoin: Banco da Inglaterra quer criar equipe para estudar criptomoedas nacionais


Banco da Inglaterra
O banco central do Reino Unido está começando a se preparar para uma possível “britcoin” (Imagem: Reuters/Toby Melville)

O Banco da Inglaterra (BOE, na sigla em inglês), o banco central do Reino Unido, começou a anunciar vagas para formar uma equipe dedicada à análise de moedas digitais emitidas por banco central (CBDCs).

A notícia surge uma semana após o banco anunciar, junto com o Tesouro Britânico, a criação de uma força-tarefa para avaliar a possibilidade de lançar uma libra digital — um tipo de CBDC que já está sendo chamada de “britcoin”.

Esta semana, o banco central britânico anunciou vagas para quatro cargos de analista, dois para arquitetura e uma posição de gestão sênior —  todas relacionadas a CBDCs. Funcionários do banco central recompartilharam as vagas de emprego no LinkedIn.

Uma descrição sobre o cargo gerencial afirma que o BoE está “ativamente explorando se deve desenvolver e emitir uma CBDC”, mas acrescenta que uma decisão ainda não foi tomada sobre a necessidade da criptomoeda no Reino Unido.

Fique longe destas 3 ações: saiba quais ativos são ‘furada’ segundo analista da Empiricus

A análise que será realizada pela nova equipe, quando for formada, irá focar nos riscos e nas oportunidades à política monetária e à estabilidade financeira; nos casos de uso; na colaboração com outros bancos centrais; nos problemas com políticas públicas; nas considerações sobre design e recursos, com o uso prioritário por clientes e comerciantes; e escolhas de designs tecnológicos.

Em outros países, a era das CBDCs já começou. Em outubro de 2020, o Banco Central das Bahamas lançou seu “sand dollar”. Em março, o Banco Central do Caribe Oriental (ECCB) lançou uma criptomoeda chamada DCash.

Provavelmente, a China lidera a lista das grandes economias, já tendo realizado bastantes testes de seu yuan digital. O Banco do Povo da China (PBoC) também está considerando tornar a criptomoeda disponível para visitantes estrangeiros durante as Olimpíadas de Inverno de Pequim em 2020.



Source link

Comments (No)

Leave a Reply