Briga! – Criador da Stacks critica maximalistas, que se defendem


Com o mercado em uma tendência de baixa nos últimos meses, os investidores, entusiastas, desenvolvedores e maximalistas parecem estar mais irritadiços do que o normal e o twitter tem sido o campo de batalha preferido para discussões que muitas vezes acabam escalando.

Bitcoin Centrismo

O criador anônimo da blockchain Stacks (STX), @muneeb, publicou uma thread em seu twitter se auto proclamando um Centrista de Bitcoin – “Bitcoin Centrist” – ao invés de um maximalista, explicando a diferença entre as definições.

Ele começa dizendo que bitcoiners não gostam de rótulos, mas acha necessário encontrar uma maneira de diferenciar os entusiastas do Bitcoin (BTC) dos maximalistas, que, de acordo com ele, “são uma minoria na comunidade”.

Ele defende essa tese em uma série de 10 tweets onde faz a comparação entre os dois termos sempre com dois parágrafos, sendo: (1) “um centrista de bitcoin…”; e (2) “um maximalista de bitcoin…”.

De forma resumida, um centrista de bitcoin seria alguém que reconhece a superioridade do ativo no mercado, acredita em sua liderança no longo prazo, tem a maior parte da carteira em BTC, busca educar outras pessoas sobre isso, mas evita fazê-lo de forma tóxica e reconhece que o mercado está em constante evolução e existem outros projetos legítimos dignos de atenção que solucionam problemas específicos e não devem ser ignorados.

Muneeb não é o único entusiasta ativo do Bitcoin crítico do maximalismo, com presença nas redes sociais.

O, também anônimo, @udiWertheimer, criador e principal propagador do jargão HFSP – Have Fun Staying Poor (divirta-se continuando pobre), muito utilizado por maximalistas atuais, também já se pronunciou diversas vezes contra o maximalismo de bitcoin.

“O maximalismo do bitcoin falhou”, disse algumas horas após ‘retweetar’ a thread de @muneeb.

reprodução tweet

Fucking leave. Go. away.

Não demorou para que diversos maximalistas se pronunciassem contra a thread provocativa, gerando comentários de resposta na postagem original, mas também publicações isoladas por toda a rede.

Uma postagem que ganhou bastante repercussão foi a do entusiasta, desenvolvedor e podcaster John Carvalho.

“Ei, @muneeb, se você acha que Bitcoin é uma merda, vá embora (fucking leave).”

E continua, “Ninguém pediu para você se agarrar ao Bitcoin com seu projeto inútil. Ninguém se preocupa com o seu complexo de inferioridade sobre como as shitcoins conseguem mais tração do que a Stacks. Ninguém se preocupa com suas queixas maxi. Vá. Embora.”

Em um outro tweet, @BitcoinErrorLog, publicou uma foto com correções sobre as afirmações de Muneeb e o chama de “Shitcoin Salesman” (Vendedor de Shitcoins).

reprodução imagem com correções de maximalista

Um pouco sobre Muneeb e John Carvalho; centristas e maximalistas.

John Carvalho é CEO da Synonym, uma empresa que se auto proclama maximalista de Bitcoin e tem a missão de criar um ecossistema de plataformas e projetos com foco exclusivo no Bitcoin, para acelerar a “hyperbitcoinização” no mundo.

Ele também é o antigo CCO da Bitrefill, empresa que oferece a possibilidade dos usuários comprarem gift cards e recarregarem seus telefones com BTC, e apresentador no podcast “The Biz with John Carvalho”.

Muneeb é o criador da Stacks, uma blockchain que pretende possibilitar a criação de contratos inteligentes no Bitcoin.

O token nativo da Stacks é o STX, com US $2,72 bilhões de marketcap (#52).

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br





Fonte: cointimes.com.br

Comments (No)

Leave a Reply