Blockstream arrecada €13,9 milhões em apenas algumas horas para minerar bitcoin


A Blockstream acaba de arrecadar 13,9 milhões de euros em apenas algumas horas de STO (Security Token Offering) para auxiliar na criação de infraestrutura de mineração de bitcoin. 

Conforme publicamos anteriormente, a Blockstream, empresa que desenvolve soluções baseadas no blockchain do Bitcoin lançou, ainda em março, um token próprio chamado de Blockstream Mining Note (BMN). 

O criptoativo foi desenvolvido na rede Liquid Network, uma solução de segunda camada do Bitcoin usada para transações mais rápidas e baratas com uma representação do bitcoin (BTC) chamado de LBTC. 

STO conseguiu arrecadar mais de 30,8 milhões de euros

A venda dos tokens foi efetuada em diversas rodadas por meio da plataforma de STO STOKR.  Com a arrecadação dos €13,9 milhões feita hoje, a Blockstream  conseguiu levantar 30,8 milhões de euros. 

Isso ocorre à medida que os investidores buscam cada vez mais acesso à mineração de bitcoin, com a América do Norte emergindo como um novo centro de mineração e mais empresas de mineração de bitcoin abrindo o capital. A oferta da Blockstream é direcionada a investidores que desejam exposição à mineração de bitcoin, mas não podem ou não desejam comprar e gerenciar equipamentos de mineração.” – afirmou nota liberada à imprensa. 

Após o banimento da utilização, mineração e negociação de bitcoin e criptomoedas na China, os Estados Unidos surgiram como o principal hub de mineração, muitos mineradores também estão se concentrando no Canadá. 

Mesmo com o banimento na China, que concentrava cerca de 60% do poder de mineração, a rede do bitcoin conseguiu recuperar o hashrate rapidamente, isso significa que os mineradores se realocaram ou novos entrantes estão minerando. 

Como mostramos na matéria “Ações de mineradoras de Bitcoin superam valorização da criptomoeda”, minerar bitcoin e apostar em empresas que mineram a criptomoeda tem sido extremamente lucrativo. Os investidores de BMN terão direito a porcentagens do hash rate produzido pelas mineradoras da empresa.

“Ao expandir a participação dos investidores na prova de trabalho do Bitcoin, o BMN também fortalece a segurança do Bitcoin e a resistência à censura. É uma situação em que todos ganham.” – afirmou Adam Back ao Btctimes.

Leia também:

Kit da Blockstream permite receber bitcoin sem internet por satélites

Depois de satélite, Blockstream quer seu próprio banco

Blockstream lança pacote GigaChad de hardware wallet para bitcoin

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br





Fonte: cointimes.com.br

Comments (No)

Leave a Reply