Bitmain não fornecerá mais equipamentos de mineração para a China


Um dos primeiros mercados que foi afetado pelas sanções chineses aos criptoativos foi o da mineração.

Primeiro foram os mineradores, e agora é a vez dos fabricantes de máquinas de mineração.

Bitmain

Um dos maiores fabricantes de máquinas de mineração de criptoativos do mundo, a Bitmain, deixará de vender aparelhos ASIC para a China.

A decisão segue a política proibicionista chinesa sobre criptoativos.

A partir desta segunda-feira, 11 de outubro, a Bitmain deixará o mercado chinês.

Emissão de carbono

Além da proibição específica sobre a mineração e transações de criptoativos a Bitmain está deixando a China pelo problema da emissão de carbono.

As novas regras chinesas também envolvem práticas ambientais, o que dificulta ainda mais empresas como a Bitmain de atuar no país.

A empresa informou seus consumidores que possuem encomendas de longo prazo para tratarem a respeito do assunto.

Entretanto, a partir deste dia 11 de outubro novas remessas de equipamentos ASIC estão definitivamente canceladas.

Em contrapartida, a empresa possui encomendados mais de 60.000 aparelhos de mineração apenas para o estado da Georgia, nos Estados Unidos.

Olhando para este número e para o que a China está fazendo, focar em mercados liberais e deixar mercados autoritários de lado parece ser uma decisão razoável.

Cabe lembrar que nos próximos dias a exchange BitZ também deixará de prestar serviços financeiros em criptografia no país.

.

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! Acesse: http://www.bitcointrade.com.br/





Fonte: BITNOTICIAS.COM.BR

Comments (No)

Leave a Reply