Bitcoins estão saindo das corretoras e PEC dos Precatórios passa na Câmara – Resumo de Mercado


Nesta quarta-feira (10), o Bitcoin se mantém abaixo do seu nível de preço mais alto atingido ontem. Segundo dados on-chain, as saídas de bitcoins das corretoras mostram que os mãos de ferro não estão querendo vender seus satoshis.

Enquanto isso o risco fiscal no Brasil têm condenado o desempenho dos títulos de renda fixa que não conseguem nem acompanhar o aumento do IPCA neste ano. Confira agora no Resumo de Mercado os destaques do mercado brasileiro e de criptomoedas e como isso pode impactar no seu bolso.

Bitcoins estão saindo das corretoras
Ranking de Criptomoedas – Fonte: CoinGoLive.com.br

Os “mãos de diamante” seguram a barra 

O Bitcoin (BTC) iniciou outra etapa de alta nas horas passadas e atingiu o pico de US$ 68.642, que se tornou o novo recorde de preços de todos os tempos, segundo o CoinGoLive.

Desde então, porém, o ativo perdeu algum terreno e agora caiu para menos de US$ 67.000. Só que, conforme a criptomoeda atinge novos recordes históricos, os saldos nas corretoras continuam a se esgotar.

Em 9 de novembro, a empresa de análises on-chain Glassnode observou que o fluxo de saída de moedas das corretoras ainda está acontecendo e os saldos de BTC estão caindo, apesar do ATH. 

“As reservas de câmbio que rastreamos representam pouco mais de 12,9% do fornecimento em circulação e ainda observamos saídas, mesmo a preços de ATH”, de acordo com o relatório.  

Segundo a glassnode eles estão saindo das corretoras

A Glassnode ainda afirmou que “mais de 85% do suprimento de moedas permaneceu inativo desde agosto de 2021. Os investidores simplesmente não estão gastando suas moedas”.

Os mãos de diamante não querem gastar suas moedas, e consequentemente, sua capitalização de mercado está acima de US$ 1,26 trilhão, enquanto o domínio sobre as altcoins ficou em torno de 41,3%. 

PEC dos Precatórios passou na Câmara

Com investidor atento à PEC dos Precatórios, Ibovespa registrou ganho de 0,7% e o dólar recua para R$ 5,497.

Por 323 votos a 172 e uma abstenção, a Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira (9), em segundo turno, a proposta de emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios. Todos os destaques (sugestões pontuais de mudança ou retirada de trechos do texto principal) do segundo turno foram rejeitados. A matéria segue agora para o Senado.

Ainda que a PEC não seja considerada por analistas como boa do ponto de vista fiscal, a percepção de que a proposta deveria ser aprovada em segundo turno tirou do horizonte os cenários considerados ainda piores pelos investidores.

Assim, a sessão foi de alta da bolsa e de queda do dólar e das taxas longas de juros. Entretanto, a alta da inflação e a turbulência nos mercados ainda deixa estragos no dinheiro guardado pelo brasileiro para a aposentadoria num ano que já não tem sido muito frutífero para a previdência privada.

A detração de desempenho é mais flagrante nos fundos de renda fixa, concentrados nos grandes bancos. Pois, de acordo com o levantamento da 2Investe com dados da Quantum Axis, considerando-se os fundos de maior patrimônio na classe renda fixa dos grandes bancos, um conjunto de R$ 346,4 bilhões, nenhuma carteira supera o IPCA neste ano ou em 12 meses.

Os retornos variaram de 4,61% e 5,27%, a -1,44% e 0,84% nesses dois intervalos, respectivamente. Foram analisados os 30 fundos dos principais bancos com maior patrimônio líquido no fechamento de outubro em cada classe e os 30 fundos de assets independentes com maior retorno no ano em cada classe.

Leia Mais: Só o Bitcoin teve retorno maior que a inflação este ano, segundo dados do IBGE

Os dados mostram um ano de pouco crescimento. Segundo a Anbima, a captação líquida em 2021 para fundos de previdência somava R$ 5,9 bilhões até 25 de outubro.

Ethereum e Avalanche 

A maior parte das altcoins também registrou ganhos impressionantes nos últimos dias, incluindo novos recordes de preço. Ethereum (ETH) foi um dos que alcançou novos recordes de quase US$ 4.900. 

Leia também: Relatório aponta potencial em duas plataformas de contratos inteligentes

O resto das moedas alternativas não conseguiu tantos ganhos como a ETH. Estes incluem Binance Coin, Solana, Cardano, Ripple, Polkadot, Dogecoin, Shiba Inu e Terra. A Avalanche, por outro lado, aumentou 3,6% e está perto de registrar mais um ATH.

O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (-1,15%), Binance Coin (+0,85%), Solana (-2,09%), Cardano (-1,41%), Ripple (-1,43%), Polkadot (-1,66%), Dogecoin (-1,66%), Shiba Inu (-3,54%), Terra (-2,84%) e Avalanche (+3,60%). 

A capitalização de mercado acumulada de todas as criptomoedas continua perto dos US$ 3 trilhões nesta quarta-feira.

Acompanhe as notícias do mercado cripto no grupo do Telegram do Cointimes (acesse) e tenha um ótimo dia de negociações.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br





Fonte: cointimes.com.br

Comments (No)

Leave a Reply