‘Bitcoin pode passar de US$ 100 mil mas o Ethereum pode subir ainda mais de 100% e passar de US$ 12 mil’, diz analista

Os rumores na indústria de criptomoedas veiculados nos últimos dias sobre a possibilidade de aprovação de um ETF de Bitcoin (BTC) nos Estados Unidos ajudou a impulsionar o preço do principal criptoativo do mercado novamente acima de US$ 57 mil.

No entanto, os rumores não são infundados já que a SEC mais uma vez tem que aprovar, rejeitar ou atrasar um conjunto de pedidos de fundos negociados em bolsa com base em Bitcoin.

Porém, desta vez, todos eles seguem um formato que o presidente da SEC, Gary Gensler, indicou que poderia ser recebido favoravelmente pelo regulador e que são baseados em Bitcoin futuro.

Para o especialista brasileiro, Tasso Lago, fundador da Financial Move, a análise de ETF´s é certamente um grande catalisador para o preço do Bitcoin e prova disso é que o O Bitcoin, atualmente, está na faixa dos US$ 57 mil, tendo o topo histórico em US$ 64 mil muito próximo.

“O mercado reagiu positivamente. Os movimentos nos indicam que o mercado já está precificando a aceitação do valor, seja agora em outubro ou novembro, pois estamos próximos de romper o topo histórico. Uma aprovação da ETF nos Estados Unidos, iria fazer com que o Bitcoin alavancasse mais uma onda de alta, rompendo os US$64k, podendo chegar a US$100k ou US$120k”,disse.

No entanto, Ulrik K.Lykke fundador da ARK36, não está tão otimista com a aprovação de um ETF pela SEC, segundo ele, historicamente, as expectativas para veículos e instrumentos de investimento de um grau mais institucional muitas vezes terminaram em um cenário de “compre o boato, venda às notícias”, o que indica queda no BTC.

“Raramente o produto real cumpre a esperança de facilitar a adoção institucional de ativos digitais. Por exemplo, o impacto real no mercado do muito antecipado lançamento do CME Futures em 2017 ou Bakkt em 2019 provou ser bastante decepcionante”, disse.

Segundo ele, um ETF de futuros de Bitcoin é como colocar outra mangueira de água na banheira para enchê-la mais rapidamente e, portanto, você verá o nível da água subir mais rápido, mas o efeito não será tão imediato quanto você pode esperar.

“Da mesma forma, um Bitcoin ETF terá um efeito líquido positivo no desenvolvimento do espaço, mas provavelmente não resultará em um aumento imediato e dramático na adoção institucional de ativos digitais”, pontuou.

Bitcoin é dúvida mas Ethereum não

No entanto, se há dúvidas quanto a uma alta no preço do Bitcoin o mesmo não ocorre no Ethereum (ETH), segundo Tasso Lago. Para ele o preço do ETH ainda não computou a atualização do hard fork chamado London e independente do preço do BTC isso deve ocorrer.

“Outro ponto é que essa onda de alta, abriria espaço para novas ondas de alta de outras moedas, como por exemplo, do Ethereum, que ainda não refletiu a atualização da EIP-1559 (London), que foi o que tornou o ativo mais escasso e ainda não se refletiu no estoque de preço”, disse.

Tasso destaca que fundamentalmente, mesmo que o Bitcoin não se movimentasse, a tendência do Ethereum seria subir e romper o topo histórico US$ 4200.

“Eu vejo Ethereum com potencial de subir para US$ 10K ou US$ 12K”, destacou.

Outras criptomoedas para ficar de olho

Quem também está otimista com as altcoins é Lucas Schoch, CEO e fundador da Bitfy, que colocou como destaque entre as criptomoedas para ficar de olho a Stellar (XLM), plataforma criada com foco em pagamentos e que concorreu por muitos anos com o Ethereum como ferramenta de desenvolvimento de novas criptomoedas.

“Ela fechou recentemente uma parceria para pagamentos internacionais com a Moneygram, um dos principais players do segmento de remessas internacionais no mundo, causando uma alta de mais de 12% recemtemente”, disse.

Além do XLM o analista também destaca o BNB, criptomoeda da Binance que vem ajudando a resolver mais rápido problemas como taxas de transferência e velocidade de confirmação de transações em redes como Ethereum e Bitcoin.

“A criptomoeda vem com valorização forte de mais de 15% subindo para a terceira posição no Coinmarketcap”, destacou.

Para ele quem também está fortalecido no mercado é a Polkadot que vem acumulando uma valorização de mias de 20%.

“Tecnologia criada para desenvolvimento de projetos multi-blockchain, foca em ser o middle-man de dados contidos em blockchains de outras criptomoedas. Polkadot foi listado como criptomoeda dentro de corretoras descentralizadas, causando essa alta no período”, disse.

Por fim, ao contrário de muitos analistas que evitam comentar as memecoins, Schoch pontua que SHIBA e DOGE vem com valorização forte devido a tuítes do Elon Musk, demonstrando que o mercado ainda é muito imaturo, mas que continua em tendência de alta.

LEIA MAIS

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!



Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply