Bitcoin cai 57% e abre janela de oportunidade para investidores de criptoativos; veja como buscar lucros exponenciais com esta classe promissora


Cenário macroeconômico mundial enfraquece o BTC mas potencializa ativos embrionários que podem entregar lucros tão expressivos quanto o veterano em seu início – Imagem: Shutterstock

Os últimos meses não têm sido nada fáceis para o Bitcoin (BTC). A maior criptomoeda do mundo está enfrentando uma maré de ondas “vermelhas” (negativas), que vem tirando o sono de grande parte dos investidores de criptoativos.

Acontece que desde que o BTC atingiu sua última máxima histórica, em novembro de 2021, o pioneiro do mercado digital entrou em um ciclo de instabilidade.

O ativo, que chegou a ser negociado por US$69 mil dólares no final do ano passado, começou 2022 valendo apenas US$45 mil. E de lá para cá, vieram mais quedas em sequência. 

Apenas no começo de maio, o Bitcoin já acumula baixa de cerca de 20%, chegando a valer US$ 30.000 na primeira semana do mês . No momento em que escrevo este texto, a criptomoeda permanece em instabilidade, até ontem marcava o valor de US$ 28.230, cerca de -2,62% em poucas horas, e agora voltou a atingir a casa dos US$ 30.466.

Se você acredita que as oscilações do BTC são um sinal para sair correndo o quanto antes do criptomercado, pare e respire um pouco.

Diferentemente do que muitos estão pensando, a baixa do Bitcoin não descredibiliza o mercado digital, mas sim, abre uma ótima janela de oportunidades para quem busca lucros exponenciais no longo prazo (explicarei sobre isso mais adiante).

Antes, é preciso que você entenda o panorama geral do setor e suas perspectivas futuras.

Cenário macroeconômico difícil para todos os lados

Estamos vivenciando um período extremamente delicado, economicamente falando. No leste europeu, temos a guerra entre Rússia e Ucrânia, que impacta toda a cadeia global de suprimentos.

Na América do Norte, os Estados Unidos enfrentam a maior inflação dos últimos 40 anos. E na tentativa de conter os preços exorbitantes, o Fed (Banco Central dos Estados Unidos) decidiu aumentar a taxa básica de juros do país.

O ajuste foi de 0,5 ponto porcentual, sendo considerado esse, o maior aumento dos últimos 22 anos.

Basicamente, todos esses fatores implicam diretamente no preço do Bitcoin, principalmente os juros nos EUA. Tanto para as criptomoedas, quanto para outros investimentos de risco, como ações, este cenário é muito desfavorável.

Para que você compreenda melhor: momentos conturbados como este, fazem com que os investidores debandem dos investimentos mais arriscados e busquem por alternativas mais seguras, como ativos tradicionais.

Mas, acredite, essa pode não ser a melhor atitude a se tomar, afinal, de uma hora para outra o cenário pode mudar. Como já aconteceu em outros momentos semelhantes a este.

“O frio na barriga” faz parte do jogo: o Bitcoin já perdeu até 73% do seu valor em 2018 e chegou a entregar 1.160% de valorização nos anos seguintes

Se você está assustado com as perdas apresentadas pelo Bitcoin no decorrer do último semestre, certamente não se recorda dos 73,48% negativos em 2018.

Veja bem, em dezembro de 2017, o BTC comemorava sua máxima histórica até então. A moeda que, em janeiro daquele ano valia US$ 1.290, atingiu no último mês do ano a marca de US$ 20 mil dólares, uma valorização de mais de 1.400% em doze meses.

Já em 2018, o precursor dos criptoativos começou a despencar, tendo um dos piores desempenhos da história.

Observe a imagem abaixo:

Fonte: Webitcoin (relatório anual do BTC em 2018)

Como você pôde ver no gráfico acima, foram 12 meses difíceis, que resultaram em 73,48% de quedas, um total de 163 bilhões de dólares perdidos em valor de mercado.

Neste período, muitos adeptos aos criptoativos decidiram sair do mercado digital e até mesmo desacreditaram de uma possível retomada para as criptomoedas. Mas, como eu já disse lá atrás, desistir no olho do furacão nem sempre  a melhor atitude a se tomar.

Em janeiro de 2019, o Bitcoin voltou a dar sinais de uma possível retomada. A moeda iniciou o ano valendo US$ 3.717, apresentando um breve aumento de 9% em seu valor de mercado. Semanas depois, a criptomoeda já valia mais de US$ 4 mil dólares.

Desde então, o maior criptoativo do mundo não só voltou a esboçar boas valorizações, como também, puxou outras moedas, que igualmente passaram por um período negativo.

Dê uma olhada nesta tabela:

Fonte: Empiricus

Foram 1.160,30% de valorização até o final de 2021. Ou seja, quem manteve seus investimentos em Bitcoin, pôde ver o seu dinheiro investido se multiplicar por até mais de 12x neste período. 

Para que fique claro para você, veja algumas projeções de valores que alguns investimentos puderam obter com essa valorização:

  • Quem investiu R$ 1 mil pôde lucrar até R$ 11.603;
  • Quem investiu R$ 5 mil  pôde lucrar até R$ 58.015;
  • Quem investiu R$ 10 mil  pôde lucrar até R$ 116.030;

O intuito aqui não é fazer com que você continue investindo em Bitcoin para tentar ganhar R$ 11 mil de lucro meses depois. E sim mostrar que o “frio na barriga” faz parte do jogo e que a crise pode trazer uma boa oportunidade de ganhar.

CLIQUE AQUI PARA CONHECER UMA ESTRATÉGIA COM POTENCIAL PARA BUSCAR LUCROS  COM CRIPTOATIVOS NO MELHOR MOMENTO

Valor vs. Momentum; enquanto muitos investidores vendem seus ativos na queda, os “tubarões” alocam criptomoedas em suas carteiras

Como você já deve ter reparado, temos pontos muito semelhantes ao que já aconteceu.

Mais uma vez estamos diante de uma queda acentuada do Bitcoin e novamente seus investidores estão temerosos, em alguns casos, até liquidando seus investimentos.

Para o chefe da equipe de análise de criptomoedas da Empiricus, Vinicius Bazan, os investidores de cripto podem ser divididos em duas classes: comparadores de valor (mais focados no longo prazo) e comparadores de momentum (mais focados no curto prazo).

Bazan relata que essas movimentações temerosas são muito comuns no universo cripto, principalmente em momentos iguais a este:

“Neste momento de queda dos preços e grandes incertezas, como o que vivemos agora, boa parte desses investidores abandonam o barco, apenas para, meses à frente, notar que a falta de paciência pode ter custado caro.” diz Bazan

Já os compradores de valor, tendem a se beneficiar nessas situações. O analista acredita que esses investidores podem ganhar mais do que lucros, mas também conhecimento de mercado:

“Aqueles que permanecem, porém, tiram aprendizados valiosos do mercado. Um deles, além da paciência e do foco em uma estratégia bem definida, é o de realmente se aprofundar nas teses que sustentam os ativos que compõem sua carteira.” Vinicius Bazan 

Em termos práticos, esse não é o momento adequado para se fazer grandes modificações em carteiras.

Pare para pensar: se esquecermos por um minuto o contexto macro e focarmos no mercado cripto no longo prazo, temos um cenário muito propício para acumulação. 

Isso quer  dizer que, quem seguir a estratégia de compra recorrente e contínua de um ativo, este pode ser o timing perfeito para compras parciais, em outras palavras: comprar criptoativos potenciais, para ter a chance de lucrar em um prazo mais longo.

Como prova disso, as “baleias” (investidores com mais de 1.000 bitcoins) voltaram a acumular BTC em suas carteiras. Veja as movimentações apresentadas de 2020 até março deste ano (neste momento o Bitcoin já apresentava quedas):

Fonte: Glassnode, de 11/2020 a 03/2022

Observar o movimento das “baleias” nos ajuda a ter uma noção de como os grandes investidores estão se comportando. Repare bem na linha verde (BTC adquirido por “baleia”) nos últimos meses de queda tem aumentado o ritmo de compra dessas pessoas.

Agora, observe a movimentação e o custo dos investidores de curto e longo prazo:

Fonte: Glassnode, de 04/2022 a 04/2022

O LTH (linha azul) são os investidores com o perfil de não movimentar suas criptomoedas no curto prazo. O STH (linha rosa) forma o grupo de investidores com perfil de movimentações em criptoativos no curto prazo. E na linha cinza você pode acompanhar o preço do Bitcoin no decorrer deste período.

Isso mostra que, mesmo em um cenário de quedas expressivas, os investidores de valor continuam firmemente posicionados em Bitcoin. E, mesmo que em uma quantidade menor, comparado ao número de STH, ainda temos boas perspectivas para a criptomoeda em algum tempo.

Podemos então concluir que, este, trata-se de um daqueles momentos em que o melhor que podemos fazer pelos nossos investimentos é estudar bons projetos. Estratégias aprofundadas e focadas em ativos com potencial para obter lucros no longo prazo.

SAIBA COMO SE POSICIONAR CORRETAMENTE NESTE MOMENTO E TER A CHANCE DE BUSCAR OBTER LUCROS EXPRESSIVOS QUANDO O MERCADO AQUECER NOVAMENTE

Analista ‘garimpou’ 6 ativos fora do radar que podem saltar no longo prazo e entregar ganhos tão grandes quanto os do Bitcoin em seu início

Se você tivesse investido algo em torno de R$ 5 mil no Bitcoin, quando ele ainda estava em sua fase inicial, certamente poderia ser mais do que milionário hoje.

Mas, não vamos pensar no que passou e sim focar no que está por vir. Pensando em te ajudar a surfar as quedas do BTC e ainda poder obter lucros no longo prazo, o analista Vinicius Bazan desenvolveu uma estratégia para que você possa buscar ganhos quando o mercado reaquecer.

Bazan é o chefe do departamento de inteligência em criptoativos da Empiricus, a casa de análises independente que é referência no mercado financeiro do Brasil. Em sua visão, este momento requer estratégia e foco.

Para isso, o analista e sua equipe dedicaram muito empenho em encontrar nomes de ativos potenciais para entregar aos seus leitores. Tal esforço resultou em algo jamais visto. Vinicius Bazan “garimpou” criptoativos completamente desconhecidos, fora do radar dos “tubarões”, assim como o Bitcoin há 13 anos atrás.

Essas criptomoedas embrionárias nem ao menos chegaram às maiores corretoras do mundo, o que cria uma janela de oportunidades para que elas explodam caso isso venha a acontecer.

Preste bem atenção, você pode estar diante de uma das melhores oportunidades de investimentos já vista, desde o surgimento do Bitcoin.

QUERO TER ACESSO A LISTA EXCLUSIVA COM OS NOMES DE ATIVOS COM POTENCIAL SELECIONADOS POR BAZAN 

“Criptogemas”: 6 oportunidades para ter a chance lucrar com o que pode ser o próximo Bitcoin

As chamadas “criptogemas” vêm chamando atenção do criptomercado. Tratam-se de moedas pequenas, recém-lançadas no mercado. Esses ativos fazem parte de projetos que ainda estão em sua fase inicial, por isso apresentam tanto potencial.

Alguns especialistas, inclusive, afirmam que esses ativos podem gerar lucros semelhantes ou até maiores do que o Bitcoin em sua fase embrionária.

Caso você não se lembre, essa foi a valorização apresentada pelo BTC nos últimos anos:

Fonte: Tradingview, de 15/08/2011 até 08/10/2021

Quase 600.000% de valorização em 10 anos. Possibilitando a diversos investidores que conquistassem sua independência financeira, acumulando milhões de reais em suas contas bancárias.

Certamente, retornos passados não nos garantem ganhos futuros. Mas, com base no histórico de movimentações já apresentadas pelo criptomercado, e o seu desempenho após as crises, podemos nutrir perspectivas positivas para o futuro do setor.

Para quem busca retornos no longo prazo, podemos estar diante de um ótimo ponto de entrada para os criptoativos. Para te ajudar neste momento, Vinicius Bazan criou uma lista exclusiva com o nome de 6 criptogemas com potencial para entregar ganhos tão grandes quanto os do Bitcoin nos últimos anos.

Imagino que a essa altura você esteja no mínimo curioso, por isso darei a você o caminho para ter acesso a lista de Bazan.

Mas tenha em mente que estamos em meio a um momento macroeconômico delicado, de extrema importância para o futuro dos nossos investimentos. O que quero dizer é que um passo em falso neste cenário pode ser um tiro no pé.

Então, antes de acessar os nomes das criptomoedas mais promissoras do universo digital, tenha ciência de que você está fazendo uma escolha importante para a sua vida financeira, e ao clicar no botão a seguir  você fará parte de um momento histórico no criptomercado.

Para participar dessa jornada, basta garantir a sua participação no evento gratuito, que será realizado por Bazan. A transmissão acontecerá no dia 30 de maio e lá o analista dará todas as informações necessárias para que você possa buscar ganhos exponenciais com essa classe de ativos.

E principalmente ter a chance de mudar o curso da sua vida financeira. Espero que você não deixe essa oportunidade passar.

Para ter acesso a lista de Bazan, clique no botão abaixo:

QUERO PARTICIPAR DO EVENTO GRATUITO E TER ACESSO A LISTA DO BAZAN COM O NOME DAS 6 ‘CRIPTOGEMAS’ MAIS PROMISSORAS DO MERCADO

 



Source link