Bitcoin busca grande resistência de US$ 58 mil, conforme novos dados mostram hodlers agindo de forma oposta ao primeiro trimestre


O Bitcoin (BTC) enfrentou forte resistência perto das máximas anteriores em 8 de outubro, uma vez que uma nova investida acima de US$ 56.000 terminou rapidamente.

Gráfico de 1h de BTC/USD (Bitstamp). Fonte: TradingView

Comprando a queda? US$ 53.000 é ‘lógico’

Os dados do Cointelegraph Markets Pro e TradingView rastrearam o BTC/USD, uma vez que atingiu altas de quatro meses de US$ 56.150.

A área próxima a US$ 58.000, que havia se mostrado um obstáculo para os touros no início do ano, voltou a assombrá-los no dia, o que não foi um choque para os analistas.

“Não é surpreendente ver esta área de US$ 56 – US$ 58 mil fornecendo alguma resistência, já que há uma boa quantidade de suprimento indireto no início deste ano”, comentou William Clemente.

“~ US$ 53 mil seria uma área lógica para comprar um mergulho.”

Gráfico diário anotado de BTC/USD (Coinbase). Fonte: William Clemente/Twitter

Esse nível representa o limite de capitalização de mercado de US$ 1 trilhão para o Bitcoin e do local que já foi uma grande zona de resistência atuando como suporte desde quarta-feira (6).

BTC ‘em hodl ou perdidos’ atinge a maior alta em nove meses

O Bitcoin está perto de US$ 60.000 – mas, desta vez, os investidores estão aumentando suas posições, não vendendo.

Os dados da empresa de análise on-chain Glassnode mostram que a proporção do suprimento de BTC que está em hodl ou perdida para sempre atingiu seu ponto mais alto em nove meses.

O exemplo mais recente de como o Bitcoin no quarto trimestre deste ano é diferente da primeira fase de sua corrida de touros – “Moedas em Hodl ou Perdidas” agora totalizam 7.203.450.731 BTC.

Gráfico de moedas em hodl ou perdidas. Fonte: Glassnode/Twitter

Nove meses atrás, em janeiro, a oferta que estava se tornando disponível aumentava rapidamente, à medida que a descoberta de preços fazia com que um número cada vez maior de investidores de longa data realizassem lucros.

Agora, o fenômeno oposto está em vigor – desde agosto, o BTC está voltando para as mãos de hodlers.

O pico anterior da métrica foi no quarto trimestre de 2020, pouco antes da fase principal da corrida de touros decolar, depois que o BTC/USD ultrapassou os máximos anteriores de US$ 20.000.

Os números estão de acordo com a cobertura existente de comportamento de hodler de longo prazo, que o Cointelegraph relatou anteriormente ter atingido seu próprio máximo.

VEJA MAIS:

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!





Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply