Bitcoin (BTC) segue em tendência de queda; Anchor (ANC) perde 30% de TVL – Money Times


Bitcoin (BTC) hoje
Resumo diário sobre o Bitcoin, o mercado de criptomoedas e das finanças descentralizadas. (Imagem: Freepik)

Nesta segunda-feira (9), o Bitcoin (BTC) continuou em tendência de queda. A maior criptomoeda em capitalização de mercado passou o dia entre U$ 30 mil e U$ 32 mil.

O Ether (ETH), criptoativo da rede de contratos inteligentes da Ethereum, também vem apresentando sinais negativos ao longo do dia, chegando a ser cotado abaixo de U$ 2.300.

Segundo dados do CoinMarketCap, a capitalização de mercado da somatória de todos criptoativos teve quedas, e deixou o mercado em cerca de US$ 1,46 trilhão. A dominância do bitcoin e do ether é de, respectivamente, 41,5% e 19,8%.

Análise “onchain” do mercado

Humberto Andrade, trader do Mercado Bitcoin, diz que a grande maioria dos investidores segue vendendo ativos de risco e buscando segurança em meio a “um cenário macroeconômico desafiador”.

O cenário continua indicando uma grande inflação de preços e um aperto monetário por grande parte dos bancos centrais, que estão elevando os juros para tentar conter a pressão inflacionária.

“No dia de ontem, o índice Nasdaq fechou em queda de 4,3% no menor nível desde novembro de 2020, e sua alta correlação com o Bitcoin justifica a queda abrupta que as criptomoedas também experimentaram no dia de ontem.”

Em análise aos dados on-chain, o analista diz ser possível observar um aumento significativo das liquidações das posições de “long” (compradores que apostam na subida), que, inclusive, se mantém pagando “funding rate”.

Funding rate” é um financiamento para os traders que estão comprados ou vendidos no mercado, dependendo da diferença entre os mercados de contrato perpétuo e os preços à vista. Desse modo, dependendo das posições abertas, os traders vão receber ou pagar este financiamento.

O volume dos mercados de derivativos também teve um aumento expressivo, conforme Andrade, é algo que contrasta o “open interest” [interesse em aberto], que registra o pior volume dos últimos três meses.

“A queda do bitcoin abaixo dos U$ 30 mil, por sua vez, faz com que o volume acumulado de bitcoin suba consideravelmente, tendo em vista que fazia muito tempo que não registramos preços tão baixos”, explica.

Por fim, o analista comenta que as quedas consistentes nos principais índices acionários do mundo, somados a incertezas macroeconômicas, uma liquidação de 1,5 bi USD em bitcoin pela Terra Foundation e um sentimento de medo generalizado resultaram numa queda de mais de 10% nos principais ativos digitais.

“Em uma tentativa de salvar sua stablecoin, a Terra Luna fez o mercado cripto derreter, se desfazendo de aproximadamente 42 mil bitcoins de colateral na tentativa de equalizar o preço do UST. A luna já caiu mais de 50% e vai ser muito difícil uma recuperação da sua reputação depois do dia de hoje, mas não impossível”, finaliza.

Finanças descentralizadas (DeFi)

Diferente dos tokens, o setor de finanças descentralizadas (DeFi) observou um forte recuo em seu Valor Total Travado, ou TVL na sigla em inglês desde o dia de ontem.

O valor total travado em DeFi, segundo o site Defillama, mostra uma variação diária negativa em 12,92%.

De acordo com o mesmo site de análise, a Curve (CRV), corretora descentralizada (DeX), apresenta um TVL de US$ 15,57 bilhões, um decréscimo de 3,20% nas últimas 24h.

A maior DeX do mercado diminui sua dominância no setor DeFi em 9,89%.

O protocolo Lido (LDO), que garante liquidez aos ativos em staking, tem quedas em seu TVL de 7,77% e se mantém em segundo lugar com US$ 12,39 bilhões travados no protocolo.

A Anchor (ANC), maior plataforma de empréstimos descentralizados da rede Terra, derreteu mais de 30% após a stablecoin da rede Terra (LUNA) perder seu lastro, e precisar vender a reserva de bitcoin para manter o colateral.

O protocolo caiu em menos de um dia para o sexto lugar, no momento seu TVL é de US$ 6,96 bilhões.

A MakerDAO, protocolo emissor da stablecoin DAI, assume o terceiro lugar, e vai de contramão ao mercado valorizando 2,36%. Dessa forma, o protocolo totaliza US$ 11,03 bilhões em TVL.

A Convex Finance, protocolo de rendimento da Ethereum, tem uma variação diária negativa de 2,07%, somando U$ 9,89 bilhões. O protocolo agora está em quarto lugar, antiga posição da Maker DAO.

Por fim, o principal protocolo de empréstimos descentralizado da Ethereum, Aave (AAVE), aumentou seu capital travado em 1,80%, agora conta com US$ 9,7 bilhões na plataforma e assume o quinto lugar na lista.

Receba as newsletters do Money Times!

Cadastre-se nas nossas newsletters e esteja sempre bem informado com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receba as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!

Disclaimer

O Money Times publica matérias de cunho jornalístico, que visam a democratização da informação. Nossas publicações devem ser compreendidas como boletins anunciadores e divulgadores, e não como uma recomendação de investimento.



Source link