Bitcoin (BTC) começa a semana acima de US$ 20 mil; Ethereum (ETH) a US$ 1.100 – Money Times


Bitcoin (BTC) hoje
Resumo diário sobre o Bitcoin, o mercado de criptomoedas e das finanças descentralizadas. (Imagem: Freepik)

Nesta segunda-feira (20), o Bitcoin (BTC) mostra sinais de recuperação comparado com o último final de semana de perdas – quando chegou a ser cotado a US$ 17.800 -, e está na região de US$ 20.

O Ether (ETH), criptoativo da rede de contratos inteligentes da Ethereum, também demonstra recuperação do final de semana – que estava abaixo de mil dólares – e atualmente sendo cotado a US$ 1.100.

Segundo dados do CoinMarketCap, a capitalização de mercado da somatória de todos criptoativos avança 2,44% no dia, e estaciona no patamar de US$ 888,01 bilhões.

O bitcoin manteve a dominância de mercado em cima do Ether, mesmo o Ether tendo aumentado sobre o mercado. A dominância do bitcoin e do ether é de, respectivamente, 43% e 15%.

Índice “Fear & Greed” – como está o sentimento de medo no mercado?

O índice “Fear & Greed”, ou medo e ganância, busca representar estes sentimentos que rondam o mercado. A escala do índice é de 0 a 100 pontos, onde quanto mais próximo de zero o medo é extremo, e de 100 a ganância, ou otimismo, reina:

Latest Crypto Fear & Greed Index

O índice aumentou três pontos em relação ao dia anterior, mas fecha a semana em níveis extremamente baixos nos 9 pontos. O nível de maior medo em um ano foi novamente atingido neste domingo (19), quando o índice chegou aos 6 pontos.

Dados Onchain do Bitcoin (BTC)

Segundo o site de análise de dados da blockchain, Blockchain.com, a taxa de hash – capacidade máxima que um minerador pode produzir – por segundo, aumentou desde ontem para 198,712 EH/s.

Hoje, a blockchain da criptomoeda contou com cerca de 223.967 transações confirmadas na rede e se estima um volume de 179.259 BTC movimentados nessas 24 horas.

Análise de mercado

Lucas Passarini, especialista em trading de criptoativos do Mercado Bitcoin, comenta que o aumento na taxa de juros por parte do Fed trouxe grande volatilidade a todos os mercados e, no fim, pressionou o preço dos criptoativos.

“As quedas consecutivas trouxeram o preço abaixo dos US$ 18 mil, região que se situa abaixo da máxima atingida no ciclo de valorização anterior; foi algo até então inédito na história do bitcoin”, diz.

Segundo Passarini, a maioria dos indicadores gráficos estão em região de sobrevenda, o que pode permitir uma recuperação nos próximos dias.

“Praticamente todas as principais altcoins se valorizaram contra o maior criptoativo na última semana, um comportamento inesperado em um momento de queda tão acentuada. Os motivos ainda não são completamente evidentes, e os próximos dias trarão maiores clarezas”, explica.

Finanças descentralizadas (DeFi)

O setor de finanças descentralizadas (DeFi) também recuou em valores consideráveis em termos de TVL, e perdeu seus ganhos semanais.

O valor total travado em DeFi, segundo o site Defillama, é de U$ 88,9 bilhões, uma variação diária negativa de 3,07%.

O protocolo que tem a maior dominância, em termos de TVL, é a Aave (AAVE), plataforma de empréstimos descentralizados, com uma porcentagem de 10,75% de participação no mercado DeFi e US$ 9,55 bilhões travados no protocolo para liquidez. Uma variação diária de 1,51% positivo em seu TVL.

Siga o Crypto Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com jornalistas, analistas e leitores do Crypto Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no mundo cripto. Siga agora a página do Crypto Times no Facebook!

Disclaimer

O Money Times publica matérias informativas, de caráter jornalístico. Essa publicação não constitui uma recomendação de investimento.



Source link