B3 faz aquisição bilionária de empresa de análise de dados e IA e mira em criptomoedas e blockchain

Na terça-feira, a B3 anunciou a aquisição da Neoway, uma empresa de tecnologia especializada em exploração e análise de dados e inteligência ariticial. A Bolsa brasileira desembolsou R$ 1,8 bilhão para concretizar o negócio que abrirá uma nova área de atuação para a B3 em um mercado de R$ 4 bilhões ao ano, com alto potencial de crescimento e que vai agregar novas fontes de receita à companhia, informou reportagem do Correio Brasiliense.

A B3 venceu uma concorrência disputada com a Serasa Experian para viabilizar sua maior aquisição desde 2017, quando da conclusão da compra da Cetip pela BM&FBovespa. A transação será paga integralmente com dinheiro, mas ainda terá que ser submetida à aprovação dos acionistas da companhia, além de passar pelo crivo dos reguladores. No caso, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O presidente da B3 Gilson Finkelzstain declarou à reportagem que a Bolsa está em fase de expansão e estuda novas oportunidades para adquirir o controle total ou parcial de empresas de novos negócios e tecnologia. 

Segundo o executivo, a B3 tem a intenção de invesitr em novas áreas da economia digital além da análise de dados. “Dentro da nossa estratégia de crescimento queremos também crescer em seguros, em negociação de crédito de carbono e recebíveis de cartões”, disse Finkelzstain à reportagem.

O mercado de criptomoedas e de tokenização de ativos também são setores que estão na mira da companhia e podem receber investidas em breve.

Neoway

A Neoway é uma das maiores empresas do segmento de análise de dados e inteligência artificial para negócios do país. Fundada em 2002, em Santa Catarina, a empresa oferece suporte para empresas otimizarem vendas, modernizarem processos ou minimizarem riscos de crédito, por exemplo.

As informações agregadas e organizadas pela empresa são formatadas conforme a necessidade dos clientes. De posse desses dados, as empresas podem desenvolver campanhas e produtos com foco ajustado no seu público alvo, através do desenvolvimento de estratégias de marketing e posicionamento de mercado mais precisas e eficazes.

De acordo com a B3, existem hoje no país 36.000 empresas que oferecem serviços desta natureza. A Neoway detém 4% desse mercado altamente disputado, com uma base de 500 clientes. Desde 2014, a própria Bolsa é um deles.

A empresa catarinense cresceu entre 15% e 20% no último ano e a demanda crescente por esse tipo de serviço faz com que a previsão de faturamento para 2022 seja da ordem de R$ 190 milhões.

A exploração de dados já é algo comum em Bolsas de Valores estrangeiras. Para a B3, o segmento apresenta possibilidades ainda mais expressivas de ganhos financeiros porque a companhia não opera apenas no mercado acionário, mas também em investimentos de renda variável e da renda fixa, e naas áreas de financiamento de automóveis e de imóveis.

Portanto, segundo Finkelsztain, além de abrir uma nova frente de crescimento, a Neoway adicionará à Bolsa uma nova fonte de receita totalmente dissociada do volume de negociação do mercado acionário.

Conforme noticiou o Cointelegraph Brasil recentemente, a B3 pode ser o oráculo de informações para o sistema de contratos inteligentes do Real Digital, que atualmente encontra-se em fase de testes com vistas à sua implantação. Oráculos funcionam como fornecedores de dados do mundo real para sistemas fechados de informação, como redes blockchain.

LEIA MAIS

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!



Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply