As criptomoedas do Metaverso ignoram a queda do BTC e estão prontas para uma nova alta de até 200%


A queda de mais de 20% no preço do Bitcoin (BTC) deixou boa parte dos investidores do mercado de criptoativos apreensivos com o futuro da maior criptomoeda do mercado.

No entanto, segundo aponta o analista Mike Ermolaev, head de PR da ChangeNOW, com o BTC em queda duas conclusões ficaram claras, a primeira delas que as altcoins se recuperam mais rapido que o BTC e, dentre elas, os criptoativos ligados ao metaverso e a jogos play to earn são o grande hype do momento.

Ermolaev destaca que uma liquidação no mercado de ações acabou impactando o mercado de criptomoedas, fazendo com que Bitcoin e Ethereum (ETH) experimentassem as perdas substanciais observadas no final de semana.

Porém, mesmo com a recuperação posterior, o preço do BTC ainda registra uma baixa de 13% desde o início de dezembro, enquanto o valor da ETH viu seu valor retroceder em cerca de 8%. As reduções ocorreram após comentários do presidente da SEC, Gary Gensler, em relação às criptomoedas, bem como em torno da nova variante do coronavírus.

“Além disso, o presidente dos EUA, Joe Biden, assinou a conta de infraestrutura de US $ 1,2 trilhão no mês passado, contendo cláusulas importantes que poderiam ter consequências fiscais para investidores em criptomoedas”, disse.

No entanto, os investidores de BTC já sabem que diferente da bolsa de valores, no mercado de criptoativos não há Circuit Breaker para proteger ‘as criancinhas’ dos mau elementos e, como pontua Ermolaev o Bitcoin atualmente tem uma volatilidade anualizada de 59,32%, perto da alta de 30 dias de 62,79% atingida em 7 de dezembro.

 

Tudo normal

O analista aponta que é normal o BTC recuar depois de renovar uma máxima histórica e que, portanto, embora as altcoins tenham se recuperado mais rápido que o Bitcoin isso ainda não indica que estamos em um mercado de baixa.

“Já vimos correções de preços mais severas antes, como uma queda de 54% do ATH em maio para julho, então ainda estou convencido de que este não é um mercado em baixa. Vou mudar de ideia e concordar com o campo do bear market do BTC se o preço do Bitcoin despencar abaixo de $ 31.000 (o que parece muito improvável)”, aponta.

Ainda segundo o analista, de acordo com os níveis de retração de Fibonacci, uma quebra acima de US$ 58.400 sugere um movimento ascendente contínuo e uma recuperação em forma de V.

“Há mais marcos por vir, incluindo $ 61K, $ 63K, $ 64K e, eventualmente, uma linha de resistência principal de $ 67.500, um avanço que significaria o iminente novo ATH”, disse.

Metaverso e altcoins em alta

Ermolaev destaca que o ETH tende a seguir o mesmo caminho do Bitcoin e atualmente possui um coeficiente de correlação de 0,39, que é um mínimo de 2 meses, o que significa porém que o ETH é mais independente do que antes.

“Portanto, isso mostra que o ETH já recuperou seu valor mais rápido que o BTC e é possível que o Ether alcance um novo ATH antes que o Bitcoin o faça”, disse.

Para ilustrar sua afirmação o analista mostra um gráfico indicando os movimentos de preços do BTC e da ETH desde 2017. O preço do Ethereum tem uma correlação próxima com o Bitcoin, mas apresentou uma volatilidade ainda maior.

 

 

No entanto, o grande destaque, segundo o analista, foram as criptomoedas ligadas ao metaverso e aos games no estilo play to earn que se provaram surpreendentemente resilientes e assim que o mercado de criptoativos sinalizou uma recuperação estas criptomoedas recuperaram rapidamente seu valor.

“Apesar do retrocesso no BTC, nem todos os tokens foram afetados negativamente, e os tokens de metaverso continuam a prosperar”, disse.

Ermolaev destaca que o DeFi Degen Land (DDL) por exemplo subiu 76,07% assim que o BTC sinalizou um retorno para uS$ 50 mil. Enquanto isso, o SMON, um token que estava entre os maiores ganhadores na semana anterior, caiu 21,2% na semana passada, mas ainda está 48,7% no mês.

“Já o Neos Credits (NCR) não foi tão resistente e está lutando para superar o território vermelho e postando uma queda semanal de 30,4%. Mesmo assim, seus incríveis ganhos anteriores foram suficientes para mantê-lo à tona, e ele ainda está em alta de 1.031,8% em relação aos níveis do mês passado. O VIBE também caiu 14% esta semana, mas ainda está 182% acima do mês passado”, disse.

O analista aponta também que o token JADE decresceu desde 2 de dezembro, caindo 14% na semana passada. No entanto, em comparação com o que era há duas semanas, atualmente é de 12%. Na última verificação, ele estava sendo negociado a US $ 0,087403, alta de 2,4% nas últimas 24 horas.

“Além de DDL superando Bitcoin e outras criptomoedas importantes, pode valer a pena dar uma olhada no DEEPSPACE (DPS), que ganhou 21,5% em 7 dias e é 132,2% mês a mês. InSure DeFi (SURE) e CryptoPlanes também tiveram um bom desempenho na semana passada. Portanto, enquanto o Bitcoin vacila, fique de olho no metaverso e nas altcoins”, finaliza.

LEIA MAIS

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!





Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply