Apoio de Elon Musk ao Dogecoin cresce ainda mais após processo de US$ 258 bilhões

Nem mesmo uma ação coletiva de US$ 258 bilhões alegando um esquema de pirâmide cripto pôde impedir Elon Musk de exibir publicamente seu apoio contínuo ao Dogecoin (DOGE).

Em 16 de junho, um tribunal distrital de Nova York recebeu uma ação coletiva contra o homem mais rico do mundo, Elon Musk, e suas empresas, SpaceX e Tesla, por um suposto esquema Ponzi usando tokens DOGE. O processo exigia US$ 258 bilhões em danos monetários totais de Musk, enquanto solicitava ao tribunal que considerasse a negociação de DOGE como jogo de azar nos Estados Unidos.

Continuarei apoiando o Dogecoin

— Elon Musk (@elonmusk) 19 de junho de 2022

O processo, no entanto, não ressoou com a comunidade cripto, pois os empresários começaram a ridicularizar o movimento. Musk também parecia inabalável com a alegação, pois reiterou seu amor pelo ecossistema Dogecoin com o tweet acima.

Em 18 de junho, o criador do Dogecoin, Billy Markus, que não faz mais parte do projeto, compartilhou sua visão para o Dogecoin que vai além do hype – recomendando que os desenvolvedores se concentrem mais em sua utilidade e segurança. Musk concordou com a sugestão “mais parecida com uma moeda” de Markus.

O homem mais rico do mundo tranquilizou Markus ao compartilhar sua abertura para usar o Dogecoin como pagamento por outros serviços além dos produtos da Tesla e da SpaceX.

Maus agentes que tentam lucrar com o sucesso de Musk foram encontrados lançando vídeos deepfake promovendo golpes de criptomoeda.

Eca. Definitivamento não sou eu.

— Elon Musk (@elonmusk) 25 de maio de 2022

Musk se deparou com um vídeo fabricado circulando na internet, em que um deepfake foi usado para imitar o empresário em uma TED Talk. No vídeo, a versão deepfake de Musk foi encontrada promovendo uma plataforma de criptomoedas com retornos de 30% em depósitos de criptomoedas.

LEIA MAIS: 

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Fonte: cointelegraph.com.br