Ações de empresas ligadas às criptomoedas despencam nas bolsas de valores



A liquidação nos mercados de criptomoedas, que fez com que o bitcoin (BTC) caísse brevemente abaixo dos US$ 30 mil, também está prejudicando nesta terça-feira (10) o preço de ações de empresas listadas em bolsas de valores nos EUA e que têm alta exposição ao mercado cripto.

Embora o preço das ações tenha caído de foma geral em meio à turbulência de mercado, o massacre foi particularmente forte para Coinbase, PayPal e Block (anteriormente conhecida como Square) — que investiram bastante no futuro das criptomoedas.

Embora o índice NASDAQ tenha caído cerca de 5,5% nos últimos cinco dias, a queda sofrida pela Coinbase (COIN) é de impressionantes 35%. Ações da principal empresa cripto listada em bolsa estavam sendo negociadas a US$ 80 na manhã desta terça-feira (10) — menos da metade do preço registrado no início de abril e bem distante da alta recorde de US$ 360.

Enquanto isso, ações do PayPal (PYPL) caíram 11% nos últimos cinco dias enquanto as da Block (SQ) caíram quase 20%. Já as da MicroStrategy (MSTR) — a empresa de cibersegurança cujo CEO realizou diversas aquisições de bitcoin — caíram dolorosos 37% desde a semana passada.

A gigante empresa de negociação Galaxy Digital (GLXY) caiu 25% nos últimos cinco dias enquanto ações da Bakkt (BKKT) — empresa que aspira fornecer uma experiência cripto de nível Wall Street — estão próximas de US$ 2,50, tendo sofrido uma queda de 30%.

Queda à vista

Essas empresas podem sofrer ainda mais queda nesta terça-feira quando a Coinbase divulgar seus relatórios financeiros trimestrais.

A expectativa é que a empresa anuncie uma receita menor do que a de trimestres anteriores por conta de uma queda nos volumes de negociação nos últimos meses — uma situação que grande parte dos analistas e investidores já precificou.

Mas se a Coinbase apresentar um resultado abaixo das expectativas ou prever orientações negativas para o futuro, sua ação pode despencar ainda mais e, possivelmente, levar o preço da ação de outras empresas expostas a cripto consigo.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.



Source link