Acha que US$ 60 mil é o topo? Este fractal Bitcoin sugere que é o próximo fundo do mercado em baixa


O Bitcoin (BTC) pode ter atingido máximas de US$ 60.000, mas os cálculos sugerem que o nível de preço importará muito mais para os ursos, não para os touros.

Em um tweet em 14 de outubro, a popular conta do Twitter TechDev novamente destacou os dados históricos que até agora rastrearam com precisão as máximas e mínimas do Bitcoin.

Que tal uma queda no preço do BTC de 80% para … US$ 60.000?

Embora o BTC/USD deva retomar suas máximos históricas e subir para seis dígitos este ano, a atenção dos investidores já está se voltando para o quão longe o Bitcoin cairá após seu próximo pico.

A ideia de que a ação do preço BTC se move em ciclos – com uma fase de baixa e um fundo de 80% do topo de fuga – tornou-se amplamente aceita.

O que é muito mais difícil de acreditar nas circunstâncias atuais, no entanto, é que US$ 60.000 podem ser apenas o piso de preço dessa correção potencial de 80%.

Usando sequências de Fibonacci, TechDev mostrou que cada fundo de urso Bitcoin caiu dentro de um intervalo idêntico. Isso representa as mínimas abaixo de US$ 200 em 2014 e o piso de aproximadamente de US$ 3.200 em dezembro de 2018.

Dadas as metamorfoses cíclicas do Bitcoin, o próximo retrocesso lógico, portanto, tem algo entre US$ 47.000 e US$ 60.000 como alvo.

“Eu sei que ninguém se preocupa com macro durante um pump. Mas os dois últimos mercados em baixa do BTC chegaram ao fundo do poço de 1,486-1,618 log fib do ciclo anterior”, comentou.

“Sugere que o próximo fundo de urso é 47-60 mil. Se é aí que pousamos depois de uma queda de 80-85% … A matemática fica divertida.”

Gráfico anotado de BTC/USD. Fonte: TechDev/Twitter

US$ 60.000 como 20% do topo coloca o Bitcoin na linha para um teste de US$ 300.000 neste ciclo.

Assombrosas semelhanças com o ouro

O ímpeto por trás do Bitcoin foi vinculado às expectativas de que os reguladores dos Estados Unidos finalmente aprovarão alguma forma de fundo negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin.

Embora as opiniões sobre o impacto de tal decisão sejam mistas, sua importância não é uma pista falsa, dizem os comentaristas, e marca um verdadeiro divisor de águas para o Bitcoin, que não pode ser revertido.

O investidor e analista austríaco Niko Jilch citou nesta semana o famoso investidor Paul Tudor Jones ao explicar a “empolgação” com o ETF Bitcoin.

Tudor Jones já havia destacado que os ciclos do Bitcoin eram semelhantes ao ouro na década de 1970 – justamente quando ele se tornou um produto de futuros e desfrutou de uma corrida de alta de 10 anos seguida por uma correção de 50%.

O rip da década de 1970 do ouro, observou TechDev adicionalmente, se encaixa perfeitamente no desempenho do Bitcoin desde outubro de 2020.

#BTC / fractal do ouro dos anos 70 check …

Agora está ficando ridículo. pic.twitter.com/QOfJuwpceq

– TechDev (@ TechDev_52) 15 de outubro de 2021

VEJA MAIS:

Direcione seus links para OKEx em artigos, blogs e vídeos, ou coloque anúncio em seu site. O melhor programa de afiliados está na OKEx com comissões de 60%, as mais altas do mercado.

Obtenha seu link agora na OKEx!





Fonte: cointelegraph.com.br

Comments (No)

Leave a Reply